5 contas de Instagram estrangeiras a seguir neste Inverno

Posted on

Há umas semanas publiquei aqui uma lista de cinco contas de Instagram portuguesas para seguir neste Inverno e hoje trago-vos as minhas cinco contas de Instagram internacionais favoritas para seguirem este Inverno. São cinco instagrammers internacionais que simplesmente adoro e cujas estéticas invejo da maneira mais positiva possível.
Sabem aquelas fotos que vêem e que vos fazem pensar “quem me dera ter pensado/feito isto”? É isso que me fazem sentir. E apesar do frio do Inverno, fazem-me sentir como o calor de uma lareira na noite mais gélida da estação.

Rae DelBianco (@rae.delbianco)

O Instagram da Rae DelBianco é essencialmente um bookstagram (um instagram dedicado aos livros), mas nenhum como eu tenha alguma vez visto e – acreditem – eu sigo muitos! O tema escolhido para o seu Instagram não poderia fazer mais sentido, pois Rae é escritora (escreveu um livro chamado Rough Animals), baseado na sua experiência a criar gado desde tenra idade na quinta em Bucks County, na Pennsylvania (EUA).

Nas fotos de Rae podemos esperar muitos livros (claro), a maioria de aspecto antigo (os meus favoritos!), muitos animais, adereços lindíssimos (como máquinas de escrever antigas), cores quentes, atmosferas fritas, mas acima de tudo um sentido estético incrivelmente atraente e irrepreensível em fotos que ilustram na perfeição a beleza dos livros, da escrita e da leitura.

Me & Orla (@me_and_orla)

Me&Orla é o nome do blog, instagram e projecto de Sara Tasker, a mente criativa que criou um dos meus blogs favoritos e, com ele, um dos poucos podcasts que sigo e adoro. Também tem cursos e retiros para instagrammers, a quem ensina dicas preciosas para aumentar não só os seguidores, como a interacção com a comunidade de instagrammers, algo em que é exímia.

Quanto às fotos que partilha no Instagram são bem “o meu estilo”. Para já porque são praticamente todas tiradas no Reino Unido e na natureza. Quem me conhece sabe que tenho uma paixão e uma ligação muito fortes com os mitos e lendas celtas, bem como com as lendas Arturianas, pelo que facilmente vejo uma conexão entre essas coisas e as fotos de Sara. Mas as suas fotos em casa, com a filha Orla, são também amorosas e inspiram todos os sentimentos Hygge dentro de mim! 😀

Daughter of the Woods (@daughter_of_the_woods)

O que dizer da Daughter of the Woods, a ruiva que mais parece uma fada dos bosques; nome mais apropriado não havia para ela. Não me lembro quando foi, mas sei que me apaixonei por esta conta de Instagram assim que a vi pela primeira vez. Sem hesitações, a minha mente viajou até Avalon assim que vi uma foto da Michelle, de costas, de cabelo longo a cair-lhe pelas costas e um cenário místico em fundo.

A enigmática Michelle tem vinte e quatro anos e é natural da Alemanha, mas foi viver um ano na Finlândia, onde aprendeu a amar a magia dos países nórdicos (nota-se!) e sonha ter uma casa no norte da Suécia.
A inspiração na natureza e nos livros são uma constante no feed de Daughter of the Woods e há um elemento muito forte e misterioso por detrás e que não consigo descrever; apenas sentir. De qualquer modo, é o que torna este feed tão irresistível!

Katie One (@katie.one)

Se são fãs de minimalismo, o feed da Ketevan (Katie.One) vai deixar-vos com alguma “comichão”, mas a mim agrada-me imenso! As fotos dela são sempre incrivelmente preenchidas e “busy”, mas de coisas boas, sejam paisagens, edifícios bonitos, enfeites de Natal, balões…
Apesar de bastante planeadas, as suas fotos evocam verdadeiras histórias de encantar em que ela é uma verdadeira princesa moderna e todo o mundo é o seu reino. É a sensação que dá quando aparece sozinha e ao centro em cenários idílicos com vestidos de cortar a respiração, daqueles que só vestimos mesmo nos nossos sonhos.

Sim, não são imagens “reais”, nenhuma destas contas as tem, mas deixam-nos a sonhar e arrancam-nos sorrisos.

A Clothes Horse (@aclotheshorse)

Pareço um disco riscado, mas não me canso de dizer: a Rebecca tem os melhores outfit posts de sempre. São tão bons que nem diriam que são outfit posts, mas sim grandes produções e com grandes fotógrafos por detrás do conceito e das fotos maravilhosas. Mas não; na maioria dos casos é a própria Rebecca que tira as fotos sozinha, com o tripé e o comando wireless da máquina fotográfica. Parece inacreditável… Mas viver na Irlanda do Norte também ajuda, pois os cenários das fotos de A Clothes Horse são lindos e sim, naturais; a autora mora ao pé de bosques aparentemente encantados que se vestem de branco, de verde e de castanho consoante as estações.

É impossível não nos apaixonarmos pelo feed do Instagram da Rebecca quando todas as fotos parecem ter sido retiradas de livros de contos de fadas. Cada foto nunca é só uma foto; parece contar uma história e transportar-nos para outro tempo ou outra realidade onde tudo é mais calmo, romântico e natural.

Se acham que já a conhecem de outras andanças, poderá bem ser dos tutoriais que faz para o blog (outro dos meus favoritos) A Beautiful Mess.
Espreitem a conta dela, não se vão arrepender.

 

Há algo que estas cinco contas têm um comum: todas contêm fotos extremamente pensadas e calculadas, bem sei; não são fotos “reais”, de situações do dia a dia, mas por outro lado são fotos que me fazem sonhar e me dão vontade de fotografar e viver num mundo bonito que, bem o sei, nem sempre o é.

E vocês, o que sentem quando vêem fotos assim? Gostaram destas partilhas? Já conheciam alguma? Sugerem-me outra conta de Instagram assim deste género e que eu possa ainda não conhecer? 🙂

1 Comments

Leave a comment

Your email address will not be published.

CommentLuv badge