Chappie movie review

Posted on

Aos poucos estou a recuperar o hábito de ir ao cinema. Só este mês já fui três vezes. Primeiro – logo no início – fui ver o Big Eyes, depois o Second Best Exotic Marigold Hotel, do qual falei aqui, e no fim de semana passado o Chappie.

Bem, deixem-me dizer-vos que – tipicamente – fujo a sete pés de filmes com robots ou passados no espaço. Não gosto dessas temáticas, pronto. Claro que existem excepções. Vi o Gravity e o Interstellar (ambos passados no espaço) e gostei. E agora vi o Chappie (que é uma espécie de robot) e…

Estreia hoje “O Segundo Exótico Hotel Marigold” (review)

Posted on

Na quarta-feira da semana passada fui, a convite da Zomato, à antestrei do filmes The Second Best Exotic Marigold Hotel, no El Corte Inglés. O filme estreia oficialmente hoje e eu tenho uma ou duas coisas a dizer sobre ele para quem estiver a pensar ir vê-lo.

Para não acharem que estou para aqui a engonhar e para o caso de estarem muito apressadinhos, vou já directa à conclusão:

My 10 favorite videogames of ALL time

Posted on

Acho que, mesmo após anos de blogging, nunca vos mostrei a minha faceta de gamer. Neste espaço, mostro-vos muito sobre mim e sobre a minha vida, mas ficará sempre algo a faltar se não vos falar de jogos.

Sempre cresci rodeada por jogos, consolas e um pai e um irmão que adoravam jogá-los, por isso talvez possa culpá-los por este meu guilty pleasure. 😉
Digo “guilty pleasure” porque infelizmente, hoje em dia, já não tenho o mesmo tempo livre que tive outrora, o que significa que sempre que jogo, parte de mim

Halloween 2014 – American Horror Story – Freakshow

Posted on

Como prometido no Facebook, os posts desta semana serão dedicados ao Halloween. Se não são fãs de temáticas um bocadinho mais dark, talvez o melhor seja evitarem este blog nos próximos dias (don’t goooooo!).

Reparei que já algum tempo que não falo de séries aqui no blog, o que quer dizer que chegou a altura para pôr um fim a este período de abstinência.

Nova série de gajas com- finalmente- uma grande dose de realidade

Posted on

Acho que está na hora de assumir que nunca me identifiquei com o Sexo e a Cidade nem com nenhuma das personagens. Sei que não sou uma Carrie- embora testes do Facebook discordem-, nem uma Samantha. Definitivamente não uma Charlotte nem numa Miranda. Não precisei de sei-lá-quantas temporadas e dois filmes para conquistar de vez o meu Mr. Big e não me perco em teorias e dilemas acerca das minhas