Dia da criança (ou de todos nós)

Posted on

Eu (direita) e a M.

 Eu (à esq.) e a M.

Não ligo nenhuma ao dia disto ou ao dia daquilo, mas o dia da criança continua a ser especial apesar de já não o ser há muitos anos.
Andamos tão embrenhados nas nossas vidas stressantes e agitadas, sempre de um lado para o outro, que às vezes nem temos tempo de parar e pensar nas coisas boas da vida, nas coisas maravilhosas que já vivemos e que não temos de parar de viver só porque crescemos.
Porque sempre amei o Peter Pan e porque passei a minha infância a dizer que não nunca iria querer crescer.

 Quem não tem saudades disto? Crianças dos anos 90 <3

Deixo um textinho que escrevi para o site Cowbird sobre a infância:

Where the wild things are

by Catarina Alves de Sousa · 130 words

Also known as childhood.
Sometimes I miss being a child. I know, “don´t we all?”
But what I miss the most about mine is that feeling I got when I thought that behind a door could very possibly be a monster.
I was also always suspicious that whenever I left my room and closed the door behind me, my dolls would communicate with eachother. Not necessarily talk, but I was certain that they winked as a special code that only they understood. At night they would whisper their secrets while I slept.
What now seems silly, made perfect sense back then. I miss these little things.
I love this photo. I think it sums up my childhood perfectly. I loved climbing trees with my friend Mariana (left on the photo).

Tenham um ótimo dia- sejam ou não crianças- e um maravilhoso fim de semana!!

  • Share

1 Comments

  1. C’est Mignon says:

    Eu realmente n quero crescer. Tenho tantas saudades dos tempos de criança. E os miúdos agora crescem tão rápido desperdiçam a melhor parte da vida…

    Bisou e Feliz Dia da Criança

Leave a comment

Your email address will not be published.

CommentLuv badge