mejores doctores en América Dapoxetina elección de plan de seguro médico
2 In dieta Lev/ healthy living

O aspecto psicológico das dietas e as primeiras semanas de dieta Lev

Muito se escreve e sempre se escreveu sobre dietas: razões que levam as pessoas a fazer dieta, o que comer, o que não comer, tipos de dietas, etc. etc. No entanto, não costumo encontrar muitos artigos que mencionem a parte psicológica de uma dieta. Pois bem, à falta dele, eu escrevo-o.
Se me acompanham no Instagram, já devem ter visto algumas fotos de snacks da Lev que eu tenho colocado por lá, certo? Pois bem, como mencionei neste post comecei a dieta Lev no dia 10 de Abril, ou seja, há precisamente três semanas, mas só agora comecei a reflectir acerca da parte psicológica da dieta.
Passo a explicar.

Ocorreu-me há poucos dias que a dieta Lev é absolutamente genial no que diz respeito à parte psicológica da dieta. Sim, a dieta é de baixo índice calórico e altamente proteica, o que resulta numa perda de peso altamente eficaz se o plano for seguido à risca e isso é óptimo. Mas o melhor de tudo e o que nunca encontrei em mais nenhuma dieta são as comidas, mais concretamente a possibilidade de comer doces e outras coisas habitualmente proibidas.

Pratos cheios

Uma das melhores coisas desta dieta e que me ajudam a sentir saciada é, sem dúvida, ver um prato cheio quando estou com mais fome. Não sei se sabem como funciona a Lev, mas há uma lista de legumes que podemos comer sem qualquer restrição e outra lista de legumes que podemos comer até 200 gr. por dia. Tanto ao almoço como ao jantar é obrigatório comer legumes, sejam crus, salteados, assados, em sopa, como quisermos. Ou seja, se eu quiser acompanhar uma refeição Lev com tantos legumes quanto aqueles que um prato pode levar, eu posso!
Acreditem, faz toda a diferença poder ter um prato assim. Não interessa que não tenha muitas calorias (nem precisa de ter); o aspecto visual e psicológico é, também ele, muito saciante. Alguma vez sentem isso?

   

Comida “real” à mistura

Outro aspecto óptimo desta dieta é que, como o consumo de legumes duas vezes por dia é obrigatório e eu não gosto muito de comidas cruas, acabo por cozinhar bastante, o que faz com que não sinta que a minha vida mudou assim tanto por causa desta dieta. E como os legumes compro à parte e são preparados e cozinhados por mim, acabou sempre por dar o meu cunho pessoal às refeições Lev com as minhas especiarias favoritas. Costumo dizer – na brincadeira – que noutra vida devo ter sido indiana devido às especiarias que uso, mas a verdade é que acho que enriquecem imenso os meus pratos e sinto que estou a comer coisas super pecaminosas, quando não estou! 😀
De qualquer modo, o que queria dizer é que adoro poder cozinhar parte da minha comida, apesar das comidas da Lev não precisarem de grande preparação. Ah, e tenho feito sopas deliciosas com os meus legumes também, não os como só salteados! 😛

Doces e snacks!

Ok, quem é que estou a tentar enganar? Queriam que mentisse e que dissesse que não ligo a gomas e a chocolates? Se no dia a dia nem penso nessas coisas, só quando elas são “proibidas” é que começo a pensar realmente nelas. Mais uma vez, o aspecto psicológico da dieta mostra o seu impacto. Mas não faz mal! A Lev tem resposta para isso e tem chocolates e gomas deliciosos, nem imaginam! Se não soubesse que eram “de dieta”, era bem capaz de os comprar num dia normal em que me apetecesse um doce e não estivesse de dieta.
Mas à parte da gulodice, é espectacular poder fazer uma dieta que contempla os nossos desejos e tem resposta para eles numa versão menos calórica.

A descoberta da semana e a troca de comida

Na sexta-feira passada comecei finalmente a sentir falta de algo; para os meus segundos dez dias de dieta tinha trazido muito poucos snacks doces, pelo que andava há dias apenas a comer snacks salgados. Mais uma vez, podem ver como o psicológico faz das deles. E sim, é puramente psicológico porque estes “doces” não têm açúcar. Eu não sinto falta de açúcar, mas sim do sabor doce e a culpa foi minha, que calculei mal os snacks que decidi trazer comigo. Eram todos deliciosos, mas para a próxima vou trazer mais doces!

No entanto, com o fim de semana prolongado pela frente e consulta apenas amanhã, decidi ir à Lev na sexta passada e trocar duas refeições das quais não tinha gostado muito por snacks doces. Foi uma excelente ideia, não foi? Assim, passei o fim de semana tranquila, sem qualquer esforço e com os meus snacks doces de volta.
Na Lev é possível trocarmos refeições, pois não é possível prová-las lá, ao contrário dos snacks. Só quando as trazemos para casa e experimentamos é que sabemos se gostamos ou não. Adoro o facto de se poder trocar, porque mais uma vez a minha parte psicológica fica apaziguada; se eu comer só coisas de que gosto a dieta é bem mais fácil! 🙂

E assim já lá vão três semanas da dieta mais agradável que já experimentei até à data.

Espero que tenham gostado deste primeiro relato mais detalhado da minha experiência com a dieta Lev. Quando fizer um mês de dieta (dia 10 de Maio), logo vos digo quantos quilos perdi num mês. Espero surpreender-me.

Já conheciam a dieta Lev? Se houver alguma coisa que gostariam de me perguntar sobre a dieta ou sobre os produtos, fiquem à vontade! 😀

 

You Might Also Like

2 Comments

  • Reply
    Clenia
    01/05/2017 at 8:23 PM

    Boa sorte nesta caminhada Catarina! Sei perfeitamente do que fala, sobre o efeito psicológico, da falta de algo doce ou salgado. Às vezes não é por nada, mas um quadrado de chocolate faz milagres ao humor e a sensação de poder comer algo que gostamos compensa o esforço mantendo-nos comprometidas ao plano alimentar. Beijinhos e força!

  • Reply
    Joana Sousa
    02/05/2017 at 9:33 AM

    A parte psicológica é exactamente o que me impede de restringir aquilo que como, confesso :p o factor prato cheio pesa-me no cérebro, mais do que no estômago lool mas esta opção de facto parece-me equilibrada! Kuddos por perceberem que ficar saciado é importante para não andar a depenicar no que não se deve o resto do dia!
    Joana Sousa recently posted…Photo | Off Sight | Junto à Serra do Pilar…My Profile

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge