mejores doctores en América Dapoxetina elección de plan de seguro médico
5 In fashion/ music/ Sem categoria

‘Outfit inspiration’ para o Reverence Valada

Nota: Este post despertou uma onda de comentários menos favoráveis no Facebook, aos quais não devo resposta nenhuma. Porém, para quem acha que não quero saber da música para nada, ficam os posts que já escrevi sobre o Reverence antes deste (o meu único post “fútil” relacionado com um festival):

Reverence Valada 2016: 5 concertos imperdíveis
Reverence Valada 2015: apreciação geral e concertos favoritos
Reverence Valada 2015: 10 concertos obrigatórios
Reverence Valada, o melhor festival de música de 2014

Agora sim, vamos ao post que vieram de propósito ler.

É bastante comum vermos posts sobre ‘festival style’ nesta altura de festivais, embora eu só tenha feito um post sobre isso há muito atrás. Está mais que na altura então de partilhar com vocês a minha inspiração para os outfits que vou usar no Reverence Valada deste ano! 🙂

Sim, que lá por eu não falar do meu festival style, não quer dizer que não pense no que vou vestir antes dos festivais.

Mas porque é que é importante para nós o que vestimos sempre, sim, mas especificamente nos festivais de verão? Não são só eventos de música onde devíamos era estar o mais confortável possível? Sim e não.

A verdade é que num festival, principalmente num festival de nicho como, por exemplo, o Reverence Valada ou mesmo o Vagos Open Air, ambos festivais de nicho (= não necessariamente para as massas, mas para apreciadores de um ou mais estilos musicais específicos), aproveitamos para – motivados pela música – libertarmos partes de nós que não mostramos no trabalho, nos almoços de família ou na faculdade. São os nossos (poucos e efémeros) momentos de liberdade.

festival-style2

E o que tem a indumentária que escolhemos a ver com isso? Hmm… é fácil: tudo! Não vale a pena escrutinar um tema cuja explicação é tão simples: a forma como nos vestimos pode ser um reflexo da nossa individualidade; naquilo que sentimos, da música que ouvimos, do meio onde crescemos e vivemos, daquilo que gostamos estética e musicalmente, etc.

E é normal querermos vestir-nos de acordo com o que ouvimos. Lá está, é como algumas pessoas que exprimem melhor! 🙂

Vou deixar-vos então quatro sugestões de looks a pensar no Reverence Valada que está para breve, muito breve! 😀

1. Look de inspiração gótica

O “meu” gótico não é um gótico clássico, mas um estilo que qualquer pessoa pode adoptar temporariamente mesmo que não sinta que se insere nesta subcultura. E sim, estou a falar de mim que tem uma playlist criada por si no Spotify só com música gótica maravilhosa.

(a playlist é esta, para quem quiser saber. Ok, não tem só música gótica, mas é predominante, aviso já.)

goth-inspired

comfy-goth

2. Blogger/Minimal

Confesso que não é dos meus favoritos para um festival como o Reverence, mas é um look que vejo várias bloggers a adoptar. Na minha opinião, adaptava-se melhor ao Alive ou Rock in Rio, mas cada um veste o que quer e gosta e, de qualquer forma, continua a ser um look bonito e comfy! É definitivamente algo que eu usaria, mas não no Reverence. Fica só a sugestão para quem se identifica mais esta estética.

fresh

3. Boho

Gosto bastante do estilo boho confortável para festivais e adoro os tons de azul deste look, assim como o padrão da mochila, mas tal como o look de cima, vou deixar esta inspiração para quem se identifica mais com esta estética. 😀

boho-style

4. Grunge/90s

Chegámos finalmente à minha inspiração favorita! Aliás, vão notar isso pela quantidade de fotos de inspiração que reuni.
Se não sabiam antes, saibam que sou mega mega fã dos anos 90, do Grunge e do Stoner Rock, pelo que – logicamente – esta é a minha inspiração favorita em termos de indumentárias para um festival como o Reverence Valada, mas não só. 😉

Este estilo grunge tem uma vantagem muito forte na minha opinião: é super confortável e não fica “estragado” quando se junta um agasalho ao outfit. No caso das noites de verão, uma só camisa de flanela costuma ser suficiente para enganar o pouco frio que se possa fazer sentir.

  grunge-festival-style grunge-festival-style-2 rock-chicgrunge

E aqui têm as minhas inspirações para festivais; esta última claramente a pensar já no Reverence.

Alguém vai também a este festival? Gostariam que fizesse um outfit post com fotos que tirasse por lá? Agora que penso nisso, não faço um há meses!

You Might Also Like

5 Comments

  • Reply
    Maria
    26/08/2016 at 2:12 PM

    Apesar de concordar plenamente contigo – e até porque não há melhor forma de exprimirmos quem somos pelo modo como nos vestimos (embora nem tudo seja apropriado para todas as situações da nossa vida), bem como pela música que ouvimos – eu opto sempre por qualquer coisa super confortável. No fundo acho que não tenho nenhum estilo assim bem definido, por isso acaba sempre por ser aquilo que acho que é mais confortável e apropriado. Não digo que não a nenhum destes estilos, mas digo um sim grande ao estilo grunge – não é algo em que realmente aposte frequentemente, mas é um dos estilos que mais aprecio.

    • Reply
      joan of july
      01/09/2016 at 5:21 PM

      Ah, mas eu também quero estar confortável, não penses que não! Aliás, nem iria de outra forma. Mas sim, estamos de acordo; a roupa é uma forma tão boa como outra qualquer para expressarmos a nossa individualidade. :)*

  • Reply
    Cuca
    29/08/2016 at 12:31 AM

    O que é isto? E noção? Mas eu vou a um festival de musica ou desfilar a minha roupa?
    É por isto que os festivais de musica agora são uma merda porque estão mais interessados como vão vestidos do que pela música que vão ouvir. Mas a roupa que uso define a musica que curto de ouvir? Isto é criar estériotipos, preconceitos. Isto é ridiculo!
    E são post como estes que fazem raparigas como eu ter uma autoestima de merda, porque vou a um festival na minha, super na descontra e vejo outra rapariga super produzida e arranjada por causa de, blogs como estes ,e tenho dois pensamentos (QUE NAO DEVIA TER): 1- que ridiculo meu; 2- Quem me dera ser/estar tão bonita quanto ela.
    E é isto que nós mulheres fazemos a nós proprias, em vez de estarmos umas para as outras, não, fazemos uma competição de quem tem mais e melhor, quem é mais bonita, etc….
    Agradecia ir a um festival de música e todas irem pela musica… Blogs destes são a razão pela qual o feminismo deve existir….

  • Reply
    E a fútil/anti-feminista sou eu?! - personal / lifestyle /DIY
    01/09/2016 at 1:23 PM

    […] post em questão é este. Yep, tive a audácia de partilhar uns looks antes do festival, achando que faria sentido, uma vez […]

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge