Razões para amar o Inverno (ou aprender a abraçar o Inverno)

Posted on

Não posso dizer que sempre fui uma pessoa que gostou do Inverno. Pelo contrário; eu nunca gostei muito do Inverno. Sou uma criatura do Verão; nasci no final de Junho já pronta para amar o sol, o mar, os dias longos, brisas mornas e um sol que se põe para lá da hora de jantar.  Mas este ano creio que – finalmente – comecei a gostar verdadeiramente do Inverno mesmo reconhecendo as suas falhas e acredito mesmo que vou sentir saudades dele mais tarde este ano.

Apesar disto, uma coisa é certa: nunca, mas nunca vou gostar que o sol se ponha entre as cinco e as seis da tarde, a isso nunca me vou mesmo habituar, não há volta a dar. Já cá estou há suficientes luas para o saber.

O facto de ter começado agora a apreciar o Inverno é um reflexo directo da minha personalidade e de quem sou; comecei a gostar desta estação porque lhe encontrei os pontos positivos no meio de tudo aquilo de que não gosto. É o que tento fazer em todos os momentos e acontecimentos menos bons da minha vida e, neste caso, funcionou às mil maravilhas.

Primeiro, o que não gosto no Inverno…

Por onde começar? Bem, na verdade já comecei. Vamos pegar por aí.

  • anoitece demasiado cedo para o meu gosto –> como consequência, assim que saio do trabalho já só me apetece enfiar em casa, vestir o pijama e ver séries. Nem pareço eu. Uma coisa é sentir este apelo ao fim de semana, mas sentir durante a semana só me acontece, lá está, no Inverno;
  • por causa da pouca exposição do sol e, consequentemente, da falta de absorção de vitamina D, ando mais murchinha, cansada e triste (não sempre, claro);
  • as roupas –> não me interpretem mal, eu gosto de roupas de Inverno, mas não gosto de ter que parecer um chouriço (ver fotos deste post para perceberem do que estou a falar); quando o frio é muito, não consigo andar só com um casaquinho por cima; tem que haver camisolas grossas à mistura, mais luvas, cachecol, gorro ou equivalente…
  • o frio –> eu gosto do aconchego dentro das casas e dos cafés, mas eu o frio temos tido uma relação bastante hostil.

Por falar em frio…

Apesar de o listar como uma desvantagem do Inverno, também dele comecei a gostar, apesar de me fazer fisicamente sentir dor. O frio dói-me, não sei se vos acontece. E não, não tenho problemas de articulações nem nada. Sou uma criança do Verão, já sabem.

Mas também dele aprendi a gostar. Sou uma amante da Natureza e, como tal, aprecio as suas várias manifestações. Reconheço também que somos uns sortudos por sentirmos frio nesta altura, tendo em conta os nossos crimes contra o nosso próprio planeta.

Então, porque é que gosto agora do frio se nunca antes gostei? A resposta mais fácil é: eu mudei. O frio é o mesmo, aliás, senti mais frio nestes últimos anos do que na minha vida toda. Vi e toquei em neve pela primeira vez e isso também ajudou a que tudo mudasse; “tudo” sendo a minha atitude para com o frio e o Inverno.

Aprendi a levar com a brisa árctica no rosto de frente, sentir-lhe a dor, mas também a frescura e a pureza. Comecei a sentir o frio como dedos de alguma entidade mais antiga que eu, que nós e que o próprio mundo, que me cumprimenta como uma velha amiga ou irmã. Tentei detectar nela o misticismo e a antiguidade dos majestosos glaciares e senti-me abençoada pela manifestação e (ainda) existência dos mesmos.

O melhor do Inverno

Até eu tenho que reconhecer: o Inverno tem algumas coisas melhores que o Verão.

  • Os gatos estão sempre ao nosso colo no Inverno. Gostam de aproveitar o nosso calor (e nós o deles), coisa que no Verão evitam por causa do calor. Toda a gente sabe que um gato no colo a ronronar gera sentimentos super reconfortantes e acalma os nervos, a ansiedade e o stress, certo? Não acreditam? Leiam este artigo. 😉
  • as mantas, os livros e o chá –> bem, fora as mantas, o resto dá para fazer ao longo do ano também, excepto que o chá no Verão já se quer frio ou, pelo menos, menos quente. Mas há algo neste ritual durante o Inverno que é tão mais reconfortante… as mantas quentes dão-me uma sensação de segurança e aconchego incríveis.
  • há melhores filmes a sair durante o Inverno (hello, Oscars!), o que, por sua vez, combina perfeitamente com o cenário do chá, dos gatos e das mantas;
  • por falar nisso, o Inverno é a estação Hygge por excelência;
  • a paisagem –> que fique aqui registado: eu amo a paisagem de Inverno.

Por falar em paisagem de Inverno…

Não há como negar: adoro a paisagem de Inverno, se calhar até mais que a de Verão, com excepção das minhas falésias durante o pôr-do-sol quente de Verão.

Adoro a forma como a neve cobre a vegetação de tal forma como se nunca lá tivesse estado. Adoro como cai sobre os telhados, como o gelo forma uma camada fina em rios, riachos, lagos e poças e como beija os cumes das montanhas.

 

Também fico fascinada com aquilo que chamo o “manto de Inverno” que aparece nas florestas e parques até das nossas cidades. O “manto de Inverno” não é nada mais nada menos do que a vegetação verde e rasteira que cobre a terra e que se forma depois das primeiras chuvas. O meu manto favorito é o de trevos; verdinhos e frescos, quase como se estivéssemos na Irlanda. Acho tão bonito e tão característico desta altura do ano.

E a madeira que se vai acumulando na orla dos bosques e que sabemos que se destinam a lareiras e ao aquecimento e aconchego das pessoas? O que há de mais reconfortante do que o crepitar do fogo da lareira? Por acaso é das coisas que mais falta me faz em Lisboa: uma lareira. Não é que precise, mas gosto… Quando vou ao Porto, a casa da minha mãe no Inverno, é dos meus maiores confortos.

 

Já agora, estas fotos são do meu fim de semana pela zona da Serra da Estrela, no último fim de semana de Janeiro. Acreditam que nunca lá tinha ido? E foi a primeira vez que vi neve em Portugal! Fora de Portugal, foi a primeira vez de sempre (que vi neve) e foi na Suíça. Podem saber mais sobre essa experiência neste post.

Mas… e vocês? Digam-me de vossa justiça: gostam do Inverno ou passam todos estes meses a ansiar fervorosamente pelo Verão?

13 Comments

  1. Sara Trigo says:

    Nasci quase no inverno mas nunca gostei dele. Um fim de semana de muito frio, com neve e a salamandra ligada é fantástico e acolhedor. Mas viver o dia a dia debaixo do frio que tem estado, da chuva e da escuridão é deprimente.
    Adoro o verão, anseio por ele, mas também gosto imenso do outono, com as cores acastanhadas e alaranjadas.

    1. Catarina Alves de Sousa says:

      Se fosse todos os dias também não aguentava. Mas passa-se bem o Inverno sabendo o que vem a seguir: a Primavera e o Verão. 🙂
      Para ser ainda mais suportável, gosto de me focar nas coisas boas que tem e cultivá-las sob a forma de alguns rituais. Até agora está a funcionar! 😀

  2. Andreia Moita says:

    Nasci no final de Junho, como tu, e sou totalmente do ao verão. Adoro os finais de tarde, a pele carregada de sal dos mergulhos na praia, o sol e o cheiro dessa altura do ano que é tão brilhante. Não gosto de sentir frio, de roupas enormes e a única coisa que a que acho piada no inverno é mesmo a parte em que falas das mantas e pijaminhas aconchegantes, dos livros, do chá e claro das paisagens branquinhas de neve. (Será que gosto também um bocadinho do inverno?!)

    1. Catarina Alves de Sousa says:

      Ui nem me fales da pele com sal e dos mergulhos do mar… coisa mais gostosa…
      Mas sim, isso tudo que enumeras sobre o Inverno também é bastante agradável. Sim, és capaz de gostar um bocadinho, tal como eu. 😀

  3. Natália Rodrigues says:

    Adoro o Verão, mas a verdade é que gosto muito as paisagens de inverno. A natureza, fica linda, e não estou só a falar da neve, adoro a luz, o brilho e a sensação de lavadinho.

    1. Catarina Alves de Sousa says:

      É mesmo essa a expressão, Natália: “sensação de lavadinho”, tal e qual! 😀

  4. Analog girl says:

    Eu, filha do Verão, adoro o Inverno, o aconchego, o calor (?) humano, a casa mais acolhedora… e todas as razões que mencionaste. Outra coisa, adoro a luz branca do Inverno, o céu fica quase cinzento ao fim do dia (ultimamente então…), e sentir aquele frio na cara para depois nos aconchegarmos num café quente e as bochechas ficarem vermelhas. Ah! E vinho quente com especiarias e crumble de maçã, sabem especialmente bem nesta fase…

    1. Catarina Alves de Sousa says:

      Olha, não me tinha lembrado quando escrevi o post, mas é muito verdade: a luz branca do Inverno é lindíssima. Aliás, quando estive no local onde tirei a maioria destas fotos estava fascinada. A luz estava mesmo linda!
      E caraças se vinho com especiarias não é a coisa mais deliciosa e aconchegante num dia frio de Inverno… Ainda no outro dia bebi uns copos de vinho quente na Casa do Fauno, em Sintra. Delícia! 😀

  5. JU VIBES says:

    Derreti-me com estas fotografias!!

    E ao ler “há melhores filmes a sair durante o Inverno (hello, Oscars!), o que, por sua vez, combina perfeitamente com o cenário do chá, dos gatos e das mantas;” nada posso acrescentar. Estou a preparar-me para ver o filme Tonya, entre mantas e chá de camomila.

    Tornou-se um hábito, especialmente nesta altura do ano.

    ps.: mas ainda assim continuo a preferir a primavera.

    Um beiinho da Ju.

  6. JU VIBES says:

    Deixo-te aqui o meu blogue para dares uma olhadela se quiseres ter uma ideia da minha opinião sobre os filmes dos óscares.

    Link: https://juvibes.blogspot.pt/

  7. Catarina Gralha says:

    Ao contrário de ti, tenho um amor pelo inverno e um (quase) ódio pelo verão. Sinto-me muito melhor durante o frio, com roupas quentinhas e aconchegantes. Eu sofro um bocado com o calor, sabes? Sinto-me mal, fico mais irritadiça, com pouca paciência. De vez em quando, chego até a ter quebras de tensão. Não me sinto mesmo bem… No inverno isso não acontece, sinto-me cheia de energia e com vontade de fazer 30 mil coisas. E, sem dúvida, prefiro muito mais uma montanha cheia de neve do que uma praia cheia de sol. Mas uma coisa na qual estamos de acordo: gosto da luz do sol durante o verão, do facto de os dias serem maiores. Só que também gosto muito da noite! 😛

  8. Helena dos Santos Pereira says:

    Bem, a estação que menos gosto é o Verão. Tenho uma relação muito má com o calor e nos últimos anos até desenvolvi uma alergia ao mesmo, sendo que se estiver muito quente fico com bolhinhas na pele. Nada contribui.
    Adoro o Inverno e a Primavera, são as minhas estações favoritas. O aconchego, o chá, as flores…

    Acho curioso que gostes mais do Verão mas acabes a visitar países mais frios, ahah.

    Lena’s Petals xx

Leave a comment

Your email address will not be published.

CommentLuv badge