Sabes que tens amigas bloggers na realidade quando…

Posted on

A blogosfera e as relações que se criam neste meio estão povoadas de mitos e ideias pré-concebidas. “As bloggers são invejosas”, “as bloggers são falsas”, “as bloggers são mesquinhas”,… Bem, eu posso dizer que sou uma sortuda e que tenho grandes amigas na vida real que conheci por causa dos blogs. Vejam porque considero essas pessoas da blogosfera minhas amigas na vida real neste “sabes que tens amigas bloggers na realidade quando…”.

Vejamos então: sabes que tens amigas a sério na blogosfera quando…

Marcam brunches para sítios onde sabem que vão poder passar muito tempo e não por serem da moda

Existem aqueles sítios da moda onde todas as bloggers vão enquanto estão “in”. É sabido. No entanto – e isto tem vindo a acontecer cada vez mais – devido à enorme procura, esses sítios começam a fazer turnos de duas horas: do meio dia às duas ou das duas à quatro da tarde, por exemplo. Acho isso tão mau… especialmente porque vejo o brunch como uma refeição de fim de semana cujo intuito é ser desfrutada em excelente companhia e durante o máximo de tempo possível, tudo com calma que é assim que se quer o fim de semana.

Por falar nisso…

Nem dão pelo tempo passar quando estão juntas

Às tantas passaram-se cinco horas desde que se sentaram à mesa e parece que foi há dez minutos. Os temas de conversa nunca escasseiam e as gargalhadas também não.

Estão-se pouco marimbando para que produtos recebeste e a que eventos foste e elas não

Uma das coisas mais parvas das relações entre bloggers é a constante “medição de pilinhas” que consiste em descobrirem quem recebeu o quê da marca X ou se aquela foi convidada para aquele evento e – se sim – porque é que a outra não foi.
Enfim… Não sou minimamente fã dessas conversas superficiais e preocupações idiotas. Quando tens boas amigas vindas da blogosfera elas são tuas amigas como são quaisquer outras que tenhas conhecido noutros contextos, pelo que conversas desse género nem existem. O vosso tempo juntas é tão precioso que preferem sempre enchê-lo de conversas boas, divertidas e importantes.

Inspiram-te a explorar os teus talentos e a ser melhor

Ter (boas) amigas bloggers  significa ter amigas criativas, que estão sempre atentas a coisas novas e sempre a tentar aprender e a melhorar. São pessoas inquietas e curiosas por natureza, que gostam de sair da zona de conforto e levar-te com elas. Só tens que te deixar levar e dificilmente te arrependerás. Quando tens amigas bloggers é bem possível – por exemplo – que vás a mais workshops que uma pessoa “normal” e que compres livros e revistas que nunca descobririas através de outros amigos.
A vida fica mais rica mesmo que a carteira fique mais pobre, sem dúvida nenhuma.

“Puxam-te” para os seus projectos mais bonitos

As (grandes) amigas bloggers nunca se esquecem de ti quando criam projectos, eventos e iniciativas bonitos. Convidam-te ou, pelo menos, envolvem-te neles da forma que conseguirem. Olá, Blogging for a Cause e olá Bloggers Camp. Estes são os melhores exemplos daquilo que estou a tentar dizer. ?

Não hesitas em “puxá-las” também para os teus projectos

Por outro lado, quando és tu a criadora dos projectos ou organizadora dos eventos, também as queres envolver como puderes. Aliás, são elas as primeiras pessoas que pensas que queres ter ao teu lado nesses momentos.

Não tentam apropriar-se dos teus momentos

Apesar disso, quando tens um momento a solo, como o lançamento de um livro ou um workshop só teu, por exemplo, elas estão lá a dar-te todo o seu apoio, mas não tentam tornar o momento delas nem tirar o foco de ti de forma alguma. Isto pode parecer uma conclusão básica, mas acreditem que há quem o faça. Se já vos aconteceu… bem… essa pessoa é capaz de não ser beeeem vossa amiga. Pensem nisso com calma e vão ver que, para além desse momento, terão havido outros em que ela fez algo parecido. A ficha vai acabar por vos cair.

Os sucessos delas não te causam inveja: inspiram-te

E isto é tão, mas tão importante! Quando somos pessoas normais e equilibradas, sabemos que o facto dos outros terem sucesso não nos tira a nós uma oportunidade para sermos também bem-sucedidos. Muito pelo contrário! Quanto muito, aumentam as nossas hipóteses, não só porque alguém de quem gostamos o conseguiu e não tem qualquer problema em partilhar alguns segredos (e/ou contactos) connosco, mas também porque ver alguém que admiramos a conquistar algo em grande, nos inspira a seguir as suas pisadas. Mesmo que não tenhamos nenhuma ambição semelhante, ficamos na mesma rejubilantes por eles, qual mãe no Toddlers and Tiaras.

O que acham? Concordam com estes meus tópicos sobre a amizade? Que outros adicionariam?

Entretanto, deixo-vos também com outros artigos que escrevi também sobre o tema das amizades na/da blogosfera e sobre as amizades femininas:

Amizades na blogosfera: uma reflexão
Amizades femininas: quando a amizade (também) é outra coisa
O piquenique Jaycarandá na Estrela e uma nova reflexão sobre a amizade na blogosfera

5 Comments

  1. Vânia Duarte says:

    Este post merece todos os likes do mundo <3 Porque é mesmo isto, brunches demorados, conversas que não terminam, projectos que nascem e que tu pensas logo na pessoa x porque sabes que vai vibrar tanto como tu e o querer empoderar o outro sem medo. É por isto que ter um blogue continua a valer a pena.

    1. Catarina Alves de Sousa says:

      Siiim, e tudo isso! No meio de tantas novidades e redes e conteúdos de consumo imediato, ainda bem que ainda temos os blogs. 🙂 Na minha experiência, as pessoais mais interessantes e genuínas estão “aqui”. 😉

  2. Andreia Moita says:

    Adorei (olhinhos com corações).
    Foi em boa hora que fui ao BC2017 e comecei a sentir muitas das coisas de que aqui falas.
    Este post merece ser partilhado. É o que vou fazer!
    Bj

  3. LucieLu says:

    Opá fartei-me de rir com a expressão “medição de pilinhas”. Acho que é mesmo isso que às vezes acontece.
    Acho que por vezes também se cai no limite de só conseguir ver os defeitos do que os outros fazem, como se isso invalidasse tudo o que se criou até ali mesmo que imperfeito.
    Isso e o foco perseguido para quem não criou o momento… ui! Dói os olhos e o coração só de pensar.
    Os blogues tal como tudo na vida têm o poder de potenciar o melhor e o pior que existe na condição humana.

    Em relação ao primeiro tópico sugiro a Maria Limão, dá para estar e estar ? e tem um valor muito justo para o que é servido. Em relação ao segundo tópico é engraçado pensar que blogues também é mas não é o tema central da conversa. Há todo um mundo por descobrir e partilhar que o frente a frente permite.

    Bem não me alongo mais neste comentário que já vai longo. Quero apenas dizer:

    Obrigada por todo o contributo que dás à blogosfera. E o teres amigas para a vida é só o karma a vir ter contigo. Boa energia gera boa energia.

    Beijinho,
    Lu

  4. Inês Mota says:

    Este universo das amizades blogosfericas é algo a que me estou a iniciar mas que tem sido tão refrescante e incrível! Saldo positivo sem dúvida! 🙂

Leave a comment

Your email address will not be published.

CommentLuv badge