The Seven Deadly Sins for Bloggers

Posted on

7 deadly sins for bloggers

Preguiça, inveja, avareza, luxúria, gula, ira e orgulho. Mesmo que não é católico conhece os sete pecados capitais e o que eles significam. Não é preciso pensar muito, afinal não são metáforas nenhumas. Mas, e no vasto mundo do Blogging? Os pecados capitais são os mesmos, o que muda é a forma como são cometidos. Aqui, já é possível descortinar significados diferentes por detrás de cada um deles. Vamos lá ver quais são e se vocês se identificam com eles.

Preguiça

preguiça

A preguiça é um pecado terrível para os bloggers. É o que nos faz perder a “força” e o alento para escrevermos bons posts e o que nos faz optar pela fast food (aka posts rápidos só com imagens que nem são nossas e sem substância). A preguiça atinge-nos a todos, a uns mais que a outros. Há quem sinta constantemente uma força a pesar-lhe nas acções que gostariam de tomar, tal como há quem só sinta uma desmotivação momentânea. De qualquer forma, temos que lutar contra este “pecado” e, por exemplo, não deixarmos de responder aos comentários dos nossos leitores e de visitar e comentar os blogs dos nossos vizinhos (por assim dizer). Sim, é verdade, as nossas vidas são muito ocupadas, mas de certeza que se quisermos conseguimos arranjar um tempinho para devolver a atenção a quem nos dá a nós de tão boa vontade. 🙂

Inveja 

envy

Ah, a inveja… A inveja no mundo da blogosfera é igualizinha à que podemos sentir lá fora. Quem nunca sentiu inveja daquela blogger que tem sempre roupa, sapatos, acessórios e os mais variados produtos de beleza de graça? A verdade é que – pelo menos na minha opinião – a inveja pode tornar-se em algo saudável se fizermos um esforço consciente por não deixar que o sentimento negativo se apodere de nós. Em vez disso, devemos olhar para as pessoas que invejamos com admiração e pensarmos no que é que ela tema que nós gostaríamos de ter. Depois… há que trabalhar para isso com o objectivo em mente!

Gula

gula

Pode facilmente ocorrer quando atingimos um patamar próximo ao da blogger que recebe produtos aos montes quando aceitamos tudo e mais alguma coisa que as marcas nos mandam. Não precisamos daquelas coisas, nem achamos nada de especial, mas “quantas mais melhor!”. Eu discordo, mas entendo como as várias ofertas podem ser aliciantes.

Ira

ira

Chegando a este pecado capital lembro-me logo dos comentários anónimos. A verdade é que os comentários anónimos são, na sua maioria, spam ou pessoas que gostam de dizer mal sem serem responsabilizadas por nada. Mas pior que isso é quando lhes damos razão. Ainda há pouco tempo vi um post num dos blogs que sigo completamente dedicado a um comentador anónimo. A blogger em questão estava irritadíssima, mas sinceramente achei que lhe ficou mal e que não condizia nada com o estilo de vida que apregoa. Ao dedicar-lhe um post cheio de raiva só lhe deu a atenção que, de muito provavelmente, era o que o anónimo procurava.

Ganância/avareza

capitalsin

Ora vejamos qual é a definição de “ganância”:

Na concepção católica, a avareza é considerada um dos sete pecados capitais, pois o avarento prefere os bens materiais ao convívio com Deus. Neste sentido, o pecado da avareza conduz à idolatria, que significa tratar algo, que não é Deus, como se fosse deus.

Obrigado, Wikipedia. Bem, no sentido do blogging, basta substituirmos algumas palavras para obtermos o seu novo significado. Um blogger ganancioso é um blogger que não dá grande importância à escrita/posts de qualidade e favorece, em vez disso, qualquer conteúdo que lhe traga mais leitores, mais visualizações de página, comentários, cliques (no caso de ter publicidade no blog), etc. É um blogger que não o é por “amor à camisola”, mas pela busca de mais parcerias e oportunidades de ganhar dinheiro. Cada um é como cada qual, mas que fique aqui escrito que nunca me venderei por nenhuma destas coisas (ou por nenhuma outra, fica bem dizer, não)? 😛

Luxúria

23388_10200538422050256_499785253_n

O desejo passional e egoísta por todo o prazer corporal e material é a definição de luxúria. Neste caso, é a procura incessante por um estilo de vida através do blogging onde se ganhe acesso àquilo que queremos e que é puramente material (ou sexual, embora não me consiga lembrar de nenhum caso).

Orgulho

pride

O “orgulho” é capaz de ser, nesta lista, aquele pecado capital que mais serve para nos auto-prejudicarmos. Somos orgulhosos quando achamos que podemos fazer tudo sozinhos para atingirmos o sucesso com os nossos blogs, quando achamos que somos demasiado bons para pedirmos ajuda ou quando a rejeitamos.

Concordam com esta lista e estas definições? São culpados de alguns destes “pecados”? Eu confesso que sou, mas estou a tentar mudar isso.