Labels & alter-egos (último 6 on 6!)

Posted on

É com alguma pena e tristeza, mas também orgulho que publico este post. É o último do desafio 6 on 6 que abracei com o maior dos entusiasmos logo no final do ano passado para começar 2016 a fotografar e a desafiar os meus próprios moldes e zonas de conforto. Mas mais sobre isso no post da despedida. Este é o último post temático e tem muito que se lhe diga.
Todas concordámos que o tema de Dezembro, o último de todos, seria livre, ao contrário de todos os outros que o precederam, e ao aproveitei para abordar este assunto sobre o qual já queria escrever há tanto tempo.

Labels. Etiquetas. Padronização. Chamem-lhe o que quiserem.
Parece algo que se vê nos filmes americanos passados nos highschools a la Mean Girls, em que há a mesa dos miúdos cool, dos nerds, dos góticos, dos atletas, etc.

A minha escola era um bocado assim,

6 on 6: Novembro 2016

Posted on

Sou uma criatura do Verão, toda a gente sabe. Pronto, toda a gente que me conhece. Mas isso não quer dizer que não possa gostar das outras estações. Apesar de me sentir mais confortável quando tenho a pele salgada e o sol a dourar-me os ombros, também aprecio as estações mais frias.
Há algo muito reconfortante em beber um chocolate ou chá quente à lareira ou em ler um livro com uma manta quentinha e gatos à mistura. E isso, por mais que me custo admitir, não é possível no Verão, pelo menos sem se derreter.

Este Outono está a custar a arrancar. Na verdade, só ontem senti o

Projecto 6 on 6: Outubro 2016

Posted on

De uma forma geral, o tema Arquitectura não me dizia muito. Achei, portanto, que o tema deste mês seria para “despachar”, uma vez que estou muito inspirada pelo próximo tema, mas acabei por me surpreender de uma forma incrível.
Sim, a minha interpretação do tema foi literal; não fiz grandes brincadeiras em torno do conceito e possíveis interpretações do termo “Arquitectura”, mas – mesmo ainda sem ter mostrado o resultado a alguém – estou muito feliz com o resultado.

Projecto 6 on 6: Setembro 2016

Posted on

Para ser sincera, este foi o 6 on 6 que mais me custou fazer. Não pelo tema em si, mas porque este último mês foi bastante atribulado com a mudança de casa acima de tudo. Para além disse, não fui ao Porto em Agosto, o que foi uma pena, pois era lá, no meu quarto de infância, onde tinha os meus bonecos e outras relíquias da minha infância e que queria fotografar. Na impossibilidade de o fazer, improvisei!
Vou então mostrar-vos e guiar-vos pelas fotos deste mês cujo tema foi a infância.

Projecto 6 on 6 – Agosto 2016

Posted on

O 6 on 6 que vos trago hoje é diferente de todos os outros que fiz até agora. Na verdade, todos eles são diferentes uns dos outros, porque os desafios diferem de mês para mês, mas este é especial. Porque é que é especial, perguntam vocês? Bem, porque me levou para mais longe da minha zona de conforto do que os que o antecederam.

Quando acordamos sobre o tema – viagens -, soube logo que, embora não fosse viajar, conseguiria fotografar diferentes interpretações. Afinal, as viagens não são só físicas e não são apenas para fora. Mas já lá vamos.

Projecto 6 on 6 – Julho 2016

Posted on

A Noite, esse momento de transição que pinta o mundo de tons escuros e que lhe confere um ar de mistério, tem sido a musa de muitos artistas ao longo do tempo e é fácil perceber porquê. Aquilo que tão bem conhecemos à luz do dia, rapidamente assume aspectos e características que lhes desconhecíamos quando a noite se põe.
O 6 on 6 deste mês serviu precisamente para documentar a noite e para nos ensinar a ultrapassar as dificuldades técnicas de fotografar durante um dos momentos mais exigentes do dia em termos fotográficos, visto que o principal elemento da fotografia escasseia: a luz.

Projecto 6 on 6 – Junho 2016

Posted on

Acabada de chegar do Bloggers Camp e já cruelmente atirada de volta à realidade, não tenho outro remédio senão abraçá-la como a uma velha amiga. Mas consolo-me por voltar a ter tempo para o blog e por hoje ser dia 6, ou seja, dia de 6 on 6!
Confesso que, de todos os temas até agora, este foi o meu favorito. Sempre fui muito ligada à natureza e ao poder dos quatro elementos sobre ela e sobre nós. A sua natureza tanto dócil como volátil e impiedosa fascinam-me profundamente. Tanto nos podem ajudar e salvar a vida como, no instante seguinte, ceifá-la.
Sem demais demora,

Projecto 6 on 6 – Maio 2016

Posted on

Alegria, alegria, o 6 on 6 chegou! 😀
Não é segredo nenhum que o meu carinho pelo dia 6 tem vindo a aumentar à medida que este desafio mensal se tem vindo a intensificar. Este mês o tema foi padrões e até tive o prazer de ter sido acompanhada por algumas das minhas colegas de desafio