mejores doctores en América Dapoxetina elección de plan de seguro médico
6 In personal

A ‘Ryanair Horror Story’ ou como o barato sai caro

No momento em que vos escrevo este texto, são 17:39. Até às 16:47 estive no Aeroporto de Lisboa, tendo lá chegado às 11:46 da manhã.
O plano era embarcar no meu avião das 12:35 com destino ao Porto, onde – como muitos de vocês sabem – irei passar o Natal e a minha semana de férias que começou hoje.
Vou explicar-vos o que aconteceu por ordem cronológica e logo depois dou os detalhes.

11:46 – Chego ao aeroporto.
11:53 – Boarding concluído (security check e isso tudo).
12:05 – Fecham as portas de embarque.

12:30 – Anunciam que o voo está atrasado e fazem uma nova estimativa de hora de partida para as 13:20.

13:00 – Acabo de almoçar.

13:30 – Afinal o voo é as 14:35…

14:50 – Silêncio…

15:00 – Silêncio… A app da Ryanair diz que o avião chega às 15h50. Oh não, esperem; actualizei a app e afinal é às 16h05.

15:45 – Finalmente entramos no avião.

ryanair

16h00 – “Ah e tal, este é o vosso capitão e tenho más notícias para vocês… Na viagem anterior tivemos que voltar atrás, ao Porto, porque uma senhora teve um ataque cardíaco e olhem, agora, desenmerdem-se que este avião afinal vai para Hamburgo.”

Óbvio que as palavras exactas não foram estas, mas foi assim que as ouvi.
No momento do anúncio, já eu estava instalada, mala colocada no sítio certo e até já tinha o cinto posto.
Dizem-nos que em princípio o nosso novo avião será dali a duas horas. Atingi a minha dose. A partir de certa altura uma pessoa deixa de acreditar…

É de notar que, antes da história do ataque cardíaco, nos andaram a contar outra bem diferente que estava relacionada com as condições atmosféricas.

16h20 – motim no avião. Alguns passageiros acreditam que se ficarmos ali eles vão ser obrigados a levar-nos ao Porto naquele avião. Eu acho que não.

16h30 – Chega um autocarro que nos leva – não sei por alma de quem – ao Terminal 1.

ryanair-airplane

Fico na dúvida: sigo a multidão enfurecida rumo ao balcão da Ryanair ou meto-me num táxi em direcção aos comboios ou aos autocarros da Rede Expressos?

A resposta vem-me à cabeça de forma não tão difícil quanto esperava. Táxi it is.
Estou cansada disto, não há qualquer informação sobre um próximo voo e a incerteza está a dar cabo de mim mais ainda do que as horas de espera.

E cá estou eu na Rede Expressos.
Vou chegar ao Porto às 21h30, quando era para chegar por volta da 1h da tarde, mas ao menos sei que vou chegar.

Porque é que vos estou a contar isto? Porque, depois do domingo passado e de uma viagem da Ryanair Porto – Lisboa para esquecer (cheia de atrasos e um medo descomunal durante o voo) e do dia de hoje em que perdi literalmente um dia de férias, quero ajudar-vos a escolher se alguma vez tiverem dúvidas entre CP/Rede Expressos ou Ryanair no que diz respeito a viagens baratas dentro do país.

Das três viagens de avião que já realizei pela Ryanair entre Porto e Lisboa,duas tiveram problemas e atrasos ao nível da palhaçada. No domingo passado cheguei a casa à 1h30 quando era para ter chegado às 10h, o que num dia antes de ir trabalhar me afecta e muito.

Hoje já vamos nas mais de 6 horas desperdiçadas.

É caso para dizer que o barato saiu caro e que o rápido não podia ser mais lento.

Conclusão:

Com os transportes, à semelhança do que acontece nas relações, mais vale algo duradouro e fiável do que um caso fugaz, embora apaixonante, de uma noite.

Para o caso de não terem apanhado esta brilhanteza (lol), a Rede Expressos é o parceiro de longo-prazo e a Ryanair é o one night stand que não vale minimamente a pena.

Agora, vou tentar relaxar na viagem de 3h30 de autocarro até ao Porto e vou – ah se vou! – pedir o reembolso à Ryanair.

Daqui para a frente Ryanair só mesmo para viagens para fora de Portugal e se não o puder evitar!

You Might Also Like

6 Comments

  • Reply
    Isabel
    22/12/2015 at 12:58 PM

    Acreditas que estive para arriscar?
    Para voltar pa Lisboa, depois do Natal.

    Acabei por comprar Rede Expressos, porque o preço subiu mais de €12, em horas, no site da Ryanair.
    Acabaste de me confirmar que (acho que) fiz bem…

    Fogo, que odisseia! 😛
    Isabel recently posted…Já viram?My Profile

  • Reply
    Joana Sousa
    22/12/2015 at 1:10 PM

    Oh que mau! Já utilizei várias vezes a Ryanair sem problemas – uma viagem de Porto-Lisboa incluída…que cena :\ mas realmente a nível de atendimento…a barato sai caro. Really.

    Jiji

  • Reply
    Joana
    22/12/2015 at 1:19 PM

    Já fiz 2x essa viagem, e até cheguei mais cedo do que a hora prevista. É preciso ter azar!

  • Reply
    Vanessa
    22/12/2015 at 2:00 PM

    Tenho uma amiga que era hospedeira na Ryanair, mudou de companhia há pouco tempo. Cansou-se dessas coisas, por toda a Europa, e por isso mesmo, por ser só Europa.
    Nunca andei de avião e, muito sinceramente, não tinha a paciência que tu tiveste. Esperava 1h, se tanto, mas 6h? No, no, nooo! Tudo bem que o autocarro leva mais tempo, mas chega quase sempre a horas e leva-nos mesmo para o nosso destino, além de ser mais barato 😀

  • Reply
    Pedaços do meu Natal - personal / lifestyle /DIY
    28/12/2015 at 10:48 AM

    […] porque o Natal de há dois anos foi atipicamente mau e porque se passou aquele azar com a Ryanair no início da semana. Maaasss… a verdade é que, no geral, foi muito […]

  • Reply
    Perdida em Combate
    30/12/2015 at 3:37 PM

    Para ir para o Porto iria sempre de autocarro ou comboio, porque não gosto de andar de avião se tiver outras alternativas. E eu adoro autocarros, até para viagens longas. Quanto às companhias de aviação low-cost, nunca andei na Ryanair mas acho a Vueling muito boa. E entre a Vueling e a TAP, com os seus aviões velhos e barulhentos, mil vezes a Vueling!

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge