mejores doctores en América Dapoxetina elección de plan de seguro médico
11 In humour/ what I've learned from

What I’ve learned from Romantic Comedies (aka Rom-Coms)

Quem é novo por aqui pode não estar familiarizado com a rubrica “O que aprendi com”, mas não se preocupem! Podem perfeitamente “apanhar” a rubrica desde o início, uma vez que é muito recente e ainda só tem uns 4 ou 5 posts. Decidi também escrever a rubrica semana sim, semana não em vez de o fazer semanalmente.
Those who are new to this blog may not be familiar with this feature I call “What I’ve learned from”. Don’t worry, it’s very recent so you can catch up with it by reading the previous ones (4 or 5 at the most).I decided I’m only going to post “What I’ve learned from” every other week instead of posting it on a weekly basis.

E como não houve post na semana passada, hoje trago-vos um novo tema. Desta vez: O que aprendi com comédias românticas. Vamos a isso!
And since I didn’t post this feature last week, today I bring you a new theme. This time is: “What I’ve learned from Romantic Comedies”. Let’s do this!

Lição #1: A pessoa que mais detestas é a pessoa por quem te vais apaixonar eventualmente.

Lesson #1: The person you hate the most is the one you’ll end up falling in love with.

tumblr_n0zt08QWyC1sfafp5o1_500

Prova/ Exhibit A: 10 Thing I Hate About You
(e mais uns 10.000 filmes / and 10.000 other movies)

Lição #2: As pessoas ricas estão constantemente aborrecidas com a vida.

Lesson #2: Rich people are constantly bored of their lives.

tumblr_mscacxK73o1ra2inqo1_500
Coitadinha da Julia Roberts no livro/filme Eat, Pray Love. “Ó para mim tão entediada com tudo que preciso de viajar pelo mundo para voltar a ter alguma inspiração e ganhar algum sentido na vida”.
Oh, poor Julia Roberts in Eat, Pray Love. Boo-hoo “I’m so bored with everything I just NEED to travel the world to regain some inspiration and meaning in my life.”

Lição #3: Só vais conseguir fazer com que alguém se apaixone por ti quando te submeteres a uma makeover.

Lesson #3: The only way someone is going to fall in love with you is if you get a (hot) makeover.

tumblr_mkxf82W94V1s1clzao1_500

Sim, é um gif da Miss Detective (por acaso adoro a Sandra Bullock). Então, é o seguinte: já convenceram a pessoa de quem gostam de quem têm a melhor personalidade do mundo E inteligência, mas ele ainda não vos convidou para sair. Então… o que é que está a faltar? Uma mudança de visual. É. Aparentemente não são suficientemente boazonas para ele (de acordo com as comédias românticas).
Yes, this is a gif from Miss Congeniality (I love Sandra Bullock, btw). So, you already convinced the guy you like that you have the most amazing personality AND brains, but he still won’t ask you out. So… what’s missing? A makeover. Yeah, beacause apparently you’re not hot enough (according to Rom-Coms).

Lição #4: Quando estás apaixonada por alguém que vai casar, espera até à véspera ou mesmo ao dia do casamento para te declarares.

Lesson #4: If you’re in love with someone who is about to get married, wait until the day before (or the actual day) of the wedding.

mybestfriendswedding2

mybestfriendswedding

Que é, na verdade a pior ideia de sempre, como aprendeu a Julia Robert n’O Casamento do Meu Melhor Amigo.
(Até porque há muito tempo antes do casamento propriamente dito para proceder a esta declaração).
Which is actually the worst idea ever as Julia Roberts learned on My Best Friend’s Wedding. (And it’s not like you haven’t had time to gather the courage to do it.)

Lição #5: Todas as mulheres fabulosas trabalham em revistas femininas ou almejam fazê-lo.

Lesson #5: All fabulous women work in Women Magazines or try to.

tumblr_n0z2y8DCDl1sxlyflo1_r1_500

Não tenho razão? São taaantos os filmes que abraçam este estereótipo. Ok, eu admito que me deixei contagiar por ele e que essa “pancada” me levou a dois estágios em revistas femininas. Olá, Diabo Veste Prada.
Am I right? There are sooo many movies that portray this stereotype. Ok, I admit I let myself get affected by it and had a “phase” that led me to two internships in women’s mags. Hello, The Devil Wears Prada.

Lição #6: A principal função da/o tua/teu melhor amigo/a é ouvir-te desabafar sobre os teus problemas.

Lesson #6: You best friend’s main purpose in life is to listen to your bullshit problems.
tumblr_lyhnpcN8M31qjj9spo1_500

Todos os protagonistas precisam de um sidekick, eu percebo. Mas será que têm que tratar os melhores amigos como alguém cujo único propósito na vida é ouvi-los queixarem-se de tudo? Eles também têm sentimentos e vidas próprias, sim?
All main characters need a sidekick, I get it. But do they really need to treat their friends like someone whose only purpose in life is to listen to them vent and complain about everything? They also have feelings and lives of their own, yeah?

Há tantas, tantas outras que podia enumerar aqui (e que estavam também na lista), mas por agora chega. Se quiserem, adicionem vocês à lista nos comentários. Adorava saber que outros clichés conseguem encontrar nas comédias românticas. 😉
There are many other lessons I could list here (I actually had others on my list), but for now these will do. If you want to add more, please do so by leaving a comment. I would love to read about other clichés you found on romantic comedies. 😉

You Might Also Like

11 Comments

  • Reply
    Ana Garcês
    20/02/2014 at 12:15 AM

    Genial!
    Fartei-me de rir! 😀

    • Reply
      Catarina
      20/02/2014 at 8:06 PM

      Yayy! É caso para isso mesmo (mas não deixo de gostar de comédias românticas por isso) 😉

  • Reply
    Nádia Sepúlveda
    20/02/2014 at 11:30 AM

    hahaha o que eu me ri :p verdade, verdade!

    beijinhos, Nádia
    My Fashion Insider

    • Reply
      Catarina
      20/02/2014 at 8:06 PM

      Obrigada, Nádia! Tudo verdades compravadíssimas. Aposto que é impossível alguém discordar. 😛
      Beijinhos*

  • Reply
    Susie
    20/02/2014 at 4:11 PM

    Hahahah adorei esta rubrica haha. Adoro aquela do te apaixonares pela pessoa que mais te irrita! Fazem isso tantaaaas vezes!

    • Reply
      Catarina
      20/02/2014 at 8:07 PM

      Fico muito contente, Susie! Sim, demasiadas até. Já é demasiado previsível o desfecho quando dois protagonistas aparentemente se odeiam.

  • Reply
    Carlota S.
    22/02/2014 at 10:01 AM

    Olá Catarina. Conheci recentemente o teu blog e, so far, estou a gostar muiito! 🙂 Esta rubrica está muito engraçada e é tão verdade tudo o que disseste, ahah :p Já são verdadeiros clichês!
    Vou seguir o teu cantinho! 🙂

    Um beijinho,
    Carlota ❤
    http://she-fell-down-the-rabbit-hole.blogspot.pt

  • Reply
    Adriana Gonçalves
    22/02/2014 at 5:56 PM

    Adoro esta rubrica e não poderia concordar mais! Sem dúvida, aprendi bastante com séries assim. A que mais me marcou foi sem dúvida ” Being Erica” , senão conheces aconselho desde já a ver as poucas 3/4 temporadas que teve. Infelizmente acabou por ser canadiense, e por não ter tantos seguidores como deveria. Mas, de todas aquelas que vi e vejo, foi sem dúvida a melhor.

    Beijo, ☆
    Blonde and Heels

  • Reply
    Ânia Morouço
    23/02/2014 at 5:47 PM

    ahahah, gosto especialmente da lição nº5 🙂
    A segunda foi mais ou menos o que aconteceu comigo, mas não odiava apenas me irritava !
    R. Muito obrigada pelo e-mail *

  • Reply
    raquel
    10/02/2015 at 11:35 PM

    Este post é absolutamente fantástico! Adoro a rubrica.

    • Reply
      joan of july
      12/02/2015 at 4:25 PM

      Que bom, Raquel, ainda bem que gostas! Talvez volte a pegar nela em breve. 😉

    Leave a Reply

    CommentLuv badge