Adeus, MyTaxi (ou porque não vou voltar a usar esta aplicação) + descontos

Posted on

Até há relativamente pouco tempo, eu era uma acérrima defensora da MyTaxi. Nunca me meti na luta dos taxistas vs. condutores da Uber, mas defendia que os taxistas que usavam a MyTaxi eram diferentes daqueles que não usavam. E, de facto, os primeiros três ou quatro que me calharam pareciam que podiam bem trabalhar para qualquer um dos concorrentes (neste momento, Uber e Cabify). Eram senhores (e uma senhora) educados, modernizados, com veículos impecáveis, cheirosos e, por vezes, até com WiFi gratuito.
Então, o que se passou?

Bem, suspeito que a restante amostra de taxistas já percebeu que o futuro está nestas aplicações que tornam a vida mais fácil aos seus clientes. Ou será que tornam? O certo é que as coisas mudaram e que, depois de já ter andado de Cabify um bom número de vezes (e de ter ficado rendida), reparo em inúmeras diferenças entre os dois serviços. Quem diz diferenças entre MyTaxi e Cabify, diz também entre MyTaxi e Uber.

As aplicações e os pagamentos

Para já, tanto a Cabify como a Uber utilizam o mesmo método no que diz respeito aos pagamentos de cada viagem. Cada utilizador associa um cartão de crédito à sua conta e, após a viagem, é-lhe retirado o valor automaticamente. Ou seja, não é preciso fazer mais nada assim que a viagem acaba; é sair do carro e pronto, estão despachadinhos.

Agora, na MyTaxi a história é diferente. Com esta aplicação, para que a viagem possa ser dada como paga e concluída, é requerida uma acção da nossa parte. O motorista insere o valor da viagem e nós podemos ou não dar gorjeta (5%, 10% ou 15%) e temos que fazer um movimento swipe para pagar. Ora, aí reside o problema. Pelo menos para mim, que já tive imensos problemas com esta aplicação, apesar de – no início – funcionar perfeitamente.

Na semana passada, estava eu ligada à minha internet portátil (que estava a funcionar perfeitamente) e tinha um cartão novo associado à minha conta da MyTaxi, mas o pagamento NUNCA era bem sucedido… Fiquei uns 10 ou 15 minutos dentro do táxi a tentar resolver. O motorista até me pediu para entrar na minha conta da app no telemóvel dele. Entrei com a minha conta do Facebook (é assim que estou registada) e nem no telemóvel dele funcionou. E sim, mudei logo a password do Facebook. Então ele sugeriu que eu saísse e voltasse a entrar na aplicação. Tentei, não deu novamente. Por fim, desisti e paguei em dinheiro, mas nas maioria das vezes nem ando com dinheiro, foi uma raridade, acreditem! E se eu não tivesse dinheiro comigo? Como era? O multibanco mais próximo de onde trabalho é bastante longe…
Depois disto, o senhor ainda sugeriu que eu desinstalasse a app e voltasse a instalar. Eu cumpri metade do conselho. Desinstalei, mas voltar a instalar? Nope. Desculpem, mas não estou para isto. Se eu chamo um táxi é porque estou com pressa, não me posso dar ao luxo de perder esse tempo todo sempre que o pagamento falha e ele já me falhou diversas vezes. Não consigo confiar nesta app.

Preço por chamada

Ah, e sabem o que é que também foi giro nesta viagem? Eu nesse dia só chamei a MyTaxi porque havia um desconto de 50% até ao final de Julho, mas como não consegui pagar pela app, a minha viagem ficou pelo preço total. Não é fantástico? Paguei em dinheiro e nem tive o desconto. Mas esperem, não pensem que saí mal servida (spoiler: ironia), não… o senhor condutor disse-me que, só pelo facto da app ter falhado, ele não me ia cobrar os 0,80€ de chamada telefónica! Qual chamada telefónica, se eu o chamei pela app, perguntam vocês? Ah, é que quando o chamei pela app, ele marcou logo que já tinha chegado ao destino, o que achei bizarro. Como é que mal pedi a viagem, já estava ele à porta da minha casa? Mas claro, não estava. Ligou-me o senhor a explicar que se enganou e que marcou a chegada sem querer. E pelo erro do senhor, ia eu pagar 0,80€? Isto é demais para mim… Adeus, MyTaxi! Para mim chega.

Falta de profissionalismo?

Tal como mencionei mais acima, já me calharam condutores impecáveis no início, quando comecei a usar a MyTaxi, mas à medida que esta se vai vulgarizando entre os taxistas, começam a aparecer taxistas old school.
Houve um recentemente que me levou ao trabalho numa sexta-feira em que eu ia para o Porto. Nestas sextas-feiras, eu levo uma mala comigo. A mala estava no porta-bagagens. Enquanto eu estava a tentar fazer o pagamento pela app MyTaxi, o homem não vai de modas e decide sair, tirar-me a mala do porta-bagagens porque – mais uma vez – a app estava a dar problemas no pagamento. Dessa vez consegui pagar, mas demorou… e a minha mala ainda esteve uns bons minutos abandonada na rua atrás do táxi.
Mas isto cabe na cabeça de alguém? Não. Mais uma vez: para mim chega.

Conclusão

Aqui em Lisboa, estou mais que rendida à Cabify e aos preços incríveis deles. Ainda só andei uma vez de Uber, mas a experiência também foi boa! Sabiam que só se paga ao kilómetro? Ou seja, se estivermos parados no trânsito, não pagamos mais por isso. Incrível! Já experimentaram? 🙂

Quanto à MyTaxi, se puder evitá-lo, nunca mais a irei usar, mas isso não quer dizer que aconselhe toda a gente a não usar. Cada experiência é única. Eu tive a minha dose de más experiências e chegou, mas as vossas podem ser boas, quem sabe? De qualquer forma, deixo-vos o meu desconto da MyTaxi. Lá por eu não usufruir, não quer dizer que vocês não devam aproveitar o desconto. Quanto ao do Cabify e da Uber, se os usarem, vão também ajudar-me a mim, já que vou ganhar crédito nas aplicações. 🙂

desconto-cabifydesconto-uber (2)desconto-mytaxi

E vocês? Já experimentaram estes três serviços de transporte? Como foram as vossas experiências e qual aconselham vivamente? 🙂

15 Comments

  1. Joana Sousa says:

    Eu confesso: odeio – mesmo – andar de táxi, provavelmente porque raramente o faço e ainda só usei o método “tradicional”. Que deu sempre em taxistas ranhosos, mal educados, e já apanhei um com todo o comportamento de psycho. Lol. Not a good trip. So. I’m all for Uber :p

    Jiji
    Joana Sousa recently posted…Travel + Photo | Alto Douro VinhateiroMy Profile

    1. joan of july says:

      Ahhh por falar em psycho, no ano passado apanhei um que nem me deixava sair do veículo e que me quis mostrar fotos e sms da ex… fds… Tenho uma sorte. 🙁 Uber e Cabify para mim, all the way!

  2. Liliana Ferreira says:

    Evito de todo andar de táxi. Já tive os dois extremos: fantásticos e dos “rezar para que chegue viva ao destino” e pelo meio uns “burlões”.
    Confesso que nunca usei Uber (por cá no Porto ainda é o que existe) pois prefiro ir no meu próprio carro ou se for num local mais central há sempre o transporte público. Confesso que não sou muito fã de táxis, e talvez por isso os evite a todo o custo.
    Liliana Ferreira recently posted…Shiseido Expert Sun Protection LotionMy Profile

    1. joan of july says:

      Estou como tu, Liliana. Também já tive condutores bons (de táxi), mas não um número suficiente para compensar todos os péssimos que apanho. Não tenho carro, por isso gosto destes transportes para me deslocar à noite, por exemplo. 🙂 Ah, e quando preciso MESMO de estar a horas num sítio qualquer. 😛

  3. Marta Chan says:

    Estou com a jiji e com a Lili ( que giro, rimou) não ando de táxi, a não ser que seja as tantas da noite e já vamos com os copos 🙂 ainda assim é da forma tradicional sem apps, ao que parece há sempre alguém que tem um nr dum taxista que não se importa de nos “fazer esse favorzinho”

    Mas olha, gostei muito da tua análise, pelos vistos os meninos do mytaxi têm muito que aprender, onde já se viu terem uma app que não funciona?! Isto é demasiado ridículo.
    Marta Chan recently posted…6 ON 6 :: VIAGENSMy Profile

    1. joan of july says:

      Sim, mas até esses já evito, Marta. 😛 Mas pronto, os táxis de rua não descarto completamente, porque às vezes são a única opção. Como no outro dia em que entrei num porque senti que ia ser assaltada. Pronto, é o único caso em que não os dispenso. 😛

  4. Raquel says:

    Não uso nenhuma aplicação. Já andei algumas vezes de táxi e nunca apanhei nenhum mau! Por isso, acho que sou uma miúda cheia de sorte. Enquanto não tiver azar, acho que estou bem.

  5. Sofia Garrido says:

    Eu já tive várias más experiências a andar de táxi, mas nenhuma delas relacionada com a utilização da app, ainda não a esperimentei… mas também não tenho grande vontade, muito menos depois de ler esta tua experiência.
    Andei recentemente de Uber, numa noite ao sair do Pavilhão Chinês e acho que ele apareceu em 1 ou 2 minutos e num instante estavamos no Saldanha, a viatura era bem confortável e também cheirosa :p e o motorista deixou-nos muito à vontade com tudo, até se queriamos mudar de música. Demorou uns 6 minutos a viagem e acho que custou uns 3 euros e tal / 4€. Fiquei bem impressionada! 🙂

    Até quando podemos usar estes descontos, Catarina?

    Beijinhos
    Sofia Garrido recently posted…Changing your Blog’s Name and URL: Pros & Cons + How To Do It RightMy Profile

  6. Maria says:

    Eu já não apanho um táxi há imenso tempo e nunca usei nenhuma destas app’s. Mas não me surpreendo nada com o que contaste. O que não falta para aí são taxistas burlões, e então em Lisboa quando apanham turistas saidos dos aeroporto é ver qual deles vai pôr em acção o melhor esquema para gamar mais dinheiro aos turistas que, coitados não conhecem um canto à casa e não sabem que estão a ser levados pelo caminho maior. E isso da app não funcionar também é lindo.

  7. Mafalda Fernandes says:

    Nunca tive problemas com táxis, mas também conto pelas mãos as vezes que entrei em algum. Confesso que prefiro, se puder, ir pelos meus próprios meios ou de transportes públicos. Claro que onde moro consigo ir a quase todo o lado a pé, daí também não ter grande experiência com os táxis. Mas já ouvi tantas histórias que se houver outro serviço disponível, acho que prefiro usá-lo a andar de táxi.
    Mafalda Fernandes recently posted…Bites & Bits 39 e 40/52My Profile

    1. joan of july says:

      Que grande sorte, Mafalda, digo-te mesmo… Tive tantas, mas tantas más experiências que já cheguei à conclusão de que não vale a pena e que o dinheiro não é minimamente bem gasto nos serviços de táxi. Agora só quero Uber e Cabify. É que depois de os usar, não consigo voltar a andar de táxi (pelo menos no Porto e em Lisboa, onde há estas alternativas), seria um enorme downgrade.

  8. Neimar says:

    As mudanças pra melhor são sempre bem vindas, a concorrência leva a melhora de um tipo serviço como o serviço de taxi que estavam em sua zona de conforto. Agora estão passando por um momento de readaptação para melhorar o atendimento e adaptar se as novas tecnologias e certamente conseguiremos ter um serviço melhor assim espero.

  9. João Cícero says:

    E a 4Move? Já conhecem? É uma opção ainda melhor. Vale a pena conhecer.

    1. joan of july says:

      Não conheço João, mas vou investigar! 😀

Leave a comment

Your email address will not be published.

CommentLuv badge