Museu do Traje: a evolução do traje e dos Direitos Humanos

Posted on

Conheci o Museu do Traje muito recentemente (no mesmo dia em que fui ao Parque Botânico do Monteiro-Mor) e só me arrependo de não o ter feito mais cedo. Correndo o risco de me tornar repetitiva, continuo espantada com a quantidade de coisas que ainda não conheço em Lisboa apesar de já cá viver há dez anos.
Inicialmente, achava que o Museu do Traje não seria dos que teria mais interesse para mim, mas enganei-me. Na verdade, até me fez pensar muito sobre muita coisa. Já vos explico porquê. 🙂

Descobri o meu novo paraíso em Lisboa no Parque do Monteiro-Mor

Posted on

Afinal Lisboa ainda me consegue surpreender. Estou perfeitamente consciente de que não conheço muita coisa na cidade, mas nunca pensei que o que eu não conheço fosse capaz de me surpreender tanto. Deixem-me contar-vos o que fiz ontem, por exemplo.
Ontem – domingo – tirei a tarde só para mim, para explorar lugares ainda desconhecidos (para mim) e tão perto de casa. Era uma vergonha morar no Lumiar e nunca ter ido ao Museu do Traje e ao Museu do Teatro, não acham? Ainda por cima ontem foi o primeiro domingo do mês aka. o domingo dos museus grátis, por isso não tinha desculpa nenhuma.

Saí de casa e fui a pé até ao Museu do Traje. Tinha visto na net que, para além da exposição, ainda dava para visitar o Parque Botânico do Monteiro-Mor, por isso nem pensei duas vezes.