Projecto Off Sight: Um mosteiro do séc. XV abandonado

Posted on

Este mês, o segundo de Off Sight, não vos trago uma casa abandonada, mas sim um mosteiro. Como vão rapidamente perceber, não o fotografei em Portugal, mas sim na Irlanda. Como este mês não tive companhia (conflitos de agendas!) para ir fotografar (e eu não me meto nestes filmes sozinha), decidi antes mostrar-vos algo que nunca tinha partilhado aqui. Não queria deixar-vos sem Off Sight por aqui este mês nem queria dar-vos umas quantas fotos ranhosas de casas abandonadas e impenetráveis que teria fotografado ao acaso e por pressão, por isso trago-vos a Muckross Abbey.

Fundada em 1448 como um convento franciscano. Com uma história tão longa como violenta, foi destruído e reconstruído imensas vezes. Os frades (monges) que lá viviam foram alvo de pilhagens e violentos ataques de saqueadores diversas vezes.

Por volta do séc. XVII e XVIII, a terra envolvente tornou-se cemitério de diversos poetas proeminentes no condado de Kerry, na Irlanda, tais como O’Donoghue, Ó Rathaille e Ó Súilleabháin.

Mas já chega de história, vamos às fotos!

     

Não vou entrar em mais detalhes históricos sobre a Muckross Abbey, não se preocupem, digo apenas que é um sítio que me fez realmente sentir algo e apreciar o silêncio. O mosteiro está dentro do Killarney National Park, já agora.

Mas agora chegou a minha parte favorita: ver as fotos das outras meninas do Off Sight! E este mês temos convidadas novas!

  • Share

26 Comments

  1. LucieLu says:

    Gosto muito de estarem a p/b. Acho que dá uma carga mais dramática. É incrível a energia que estes lugares conservam.
    Obrigada pela oportunidade de me juntar este mês!
    Bj*

    1. joan of july says:

      A energia é muito palpável neste mosteiro, acredita. Eu senti-a! Obrigada nós, Lúcia! 😀
      Bj**

  2. Vânia says:

    Não sei se por ser a preto e branco, se por focares mesmo os elementos certos, gosto muito de todas as tuas fotos. Que ideia gira a de nos trazeres um mosteiro! 😉

    1. joan of july says:

      Muito obrigada, Vânia! Para variar um bocadinho. 🙂 E porque cá em Portugal nem sei onde encontrar mosteiros abandonados (se os há), mas capelas já vi algumas no grupo do Facebook dos locais abandonados em Portugal. Adorava poder fotografar uma!

  3. Raquel Dias da Silva says:

    Adorei a introdução histórica, é muito giro conhecer o contexto dos destroços, quem os habitou, o que aconteceu. Quanto às fotografias, são lindíssimas e o facto de estarem a preto e branco confere-lhes outra magia.

    1. joan of july says:

      Que bom, ainda bem que gostaste, Raquel! Acho o preto e branco especialmente fortes em fotos de sítios abandonados, por isso vai ser a “minha cena” neste projecto Off Sight, está decidido. 😀

  4. Catarina Coelho says:

    Wow Cat, que fotografias espectaculares! Adoro <3 Acho que o facto de estarem a preto e branco lhes dá um ar assim místico e sombrio. E também gostei bastante de saber um pouco da história desse local. Aliás, aprendo imensas coisas com as tuas viagens! Fizeste muito bem em não ir sozinha para lado nenhum. Há que ser responsável e foi a melhor decisão que tomaste 🙂

    1. joan of july says:

      Ohh obrigada, Cat. 😀 O preto e branco veio para ficar nas minhas fotos para o Off Sight. 😉
      Estou contentinha também por ter sido responsável. Mais vale fazer assim desta vez e este mês (Março) combino melhor com algumas de vocês, quer seja no Porto ou em Lisboa. :D*

  5. Bela Dina says:

    Acho a luz e a edição das fotos perfeito para o tipo de registo que fizeste.
    Parabéns. 🙂

    1. joan of july says:

      Uau, grande elogio! Muito obrigada Bela Dina! :D*

    1. joan of july says:

      Obrigada, Marta. 🙂

  6. Ana Chousa says:

    Oh Joaninha estas fotografias causaram-me uns certos arrepios ahahah Mas gostei bastante do resultado das mesmas 🙂

    1. joan of july says:

      Não sou Joana, mas sim Catarina. Eu sei, o nome do blog confunde, mas obrigada pelo elogio na mesma, Ana. :)*

  7. Joana Sousa says:

    Que local, Cat! Desenrascaste mesmo muito bem o assunto, as fotos do interior estão mesmo cortantes e misteriosas!
    Joana Sousa recently posted…Photo | Off Sight | Silos da CIMPORMy Profile

    1. joan of july says:

      Obrigada, Jiji! :D**

  8. Sandra says:

    Não conhecia este local mas parece lindíssimo. Muito bem escolhido e muito bem captado! Beijinhos ***

    1. joan of july says:

      Obrigada, Sandra! 😀
      Beijinhos***

  9. Margarida Lozano says:

    Quando disseste que tinhas umas fotos antigas para colocar no OFF Sight fiquei naquela espectativa de ver casas… Irlanda?! Are you serious?? A-D-O-R-E-I saber que seria um mosteiro na Irlanda, especialmente porque sei que lá há tantos e bonitos!! Estas fotos estão brutais!! E por mim até podias falar mais um bocadinho de história que eu não me importava nadinha! As fotos estão tão lindas, com aquele toque místico e a preto&branco… lindas, lindas!

    1. joan of july says:

      Oh, obrigada Margarida! Fico tão feliz por teres gostado. Mas olha que tive pena por não ter podido ir fotografar com vocês!
      E tomei a decisão de que as minhas fotos neste desafio, enquanto for de locais abandonados, vai ser sempre a preto e branco. :D*

  10. Marta Chan says:

    Um mosteiro tão bonito e tão antigo ainda por cima na Irlanda <3 este post veio enriquecer bastante o nosso off sight, conseguiste passar nos excelentemente bem o espírito do lugar.

    1. joan of july says:

      Obrigada, Marta! 😀 Como ainda não tinha publicado nada sobre isto, achei que podia bem ser o meu contributo deste mês. Nos próximos preciso mesmo de companhia para ir fotografar por terras mais lusas. 😛

  11. Ana says:

    Quando li o título associado ao Off Sight admito que fiquei em choque porque achei que era em Portugal! Temos muito património ao abandono, mas mosteiros penso que não. Fiquei mais descansada por saber que não era para estes lados :p As fotografias estão espectaculares e o mosteiro é lindíssimo! Esse national park está recheado de património edificado (o castelo, o mosteiro…) e é tudo impressionante! Tenho mesmo de ir à Irlanda!
    Ana recently posted…Casas de Bruges | Um curto ensaio fotográficoMy Profile

  12. Catarina Gralha says:

    Eu não me importava nada de ter um bocadinho mais de história, sff 😛 É uma coisa que eu adoro, conhecer a história dos lugares… Mas sei que não é para toda gente, e há quem considere aborrecido (como é possível??). Por isso percebo a tua decisão, e as fotografias encheram-me as medidas. E que lindas que elas estão! É uma pena que esse lugar este assim, mas a verdade é que estes espaços quase em ruínas dão fotografias maravilhosas, não é?
    Catarina Gralha recently posted…Metro de Moscovo, um palácio no subsoloMy Profile

    1. joan of july says:

      Obrigada, Catarina. 🙂
      Eu amo saber a história dos lugares e dos edifícios, mas ainda vou voltar a revisitar este lugar incrível quando partilhar mais fotos da Irlanda. 😉
      Eu adoro fotos de lugares em ruínas, é um facto. Há algo tão mágico e inexplicável…

Leave a comment

Your email address will not be published.

CommentLuv badge