Espanha,  Portugal,  travel

10 coisas que aprendi a viajar de autocaravana

É oficial: já estou em balanços de final de ano. Na semana passada, escolhi os meus tradicionais “10 melhores momentos do ano” (que ainda não publiquei aqui) e um deles foi, sem sombra de dúvida, a minha viagem de duas semanas pelo sul de Espanha de autocaravana (e de mota, dentro das localidades).

Estas minhas duas semanas pelo sul de Espanha foram – provavelmente – as minhas melhores férias de sempre (até agora). Diverti-me imenso com o meu namorado, explorámos muito, criámos memórias e laços fortíssimos em momentos absolutamente inesquecíveis. Para mim, o Verão de 2021, vai para sempre ficar marcado por esta viagem.

Para teres uma ideia, fizemos este percurso em autocaravana:

  • Ílhavo (onde a fomos alugar) > Castelo Branco
  • Castelo Branco > Sevilha
  • Sevilha > Málaga
  • Málaga > Nerja
  • Nerja > Playa de las Alberquillas (Maro-Cerro Gordo)
  • Maro-Cerro Gordo > Playa de los Genoveses (Parque Natural do Cabo de Gata-Níjar)
  • Playa de los Genoveses > Los Alcazeres (Murcia)
  • Los Alcazares > Benidorm
  • Benidorm > Altea > Benidorm
  • Benidorm > Granada
  • Granada > Sevilha (perto de)
  • Sevilha > Albufeira
  • Albufeira > Cascais (breve paragem em casa) > Ílhavo (devolver a autocaravana) > Porto (para mais uns dias em família)

Fica o itinerário para se, um dia, quiseres copiar ou inspirar-te nesta viagem para planeares a tua aventura! 🙂

10 coisas que aprendi a viajar numa autocaravana durante 2 semanas:

  1. É uma experiência de criação de laços com o vosso/a companheiro/a de viagem.
  2. É um bom exercício de espontaneidade: neste tipo de viagem podem alterar os planos sempre que quiserem, incluindo paragens e dormidas.
  3. Traz um sentimento de liberdade delicioso.
  4. Quanto mais pequeno é o espaço, mas difícil é tê-lo arrumado (mas é possível).
  5. É uma lição de flexibilidade e de adaptabilidade a condições muito diferentes daquelas a que estamos habituados.
  6. Aprendemos facilmente que, afinal, vivemos bem com pouca coisa.
  7. Não é difícil cuidar da autocaravana: aprendemos rapidamente a trocar as águas e tudo o resto (sim, wc incluído!).
  8. Não é terrível usar o WC da autocaravana: funciona como um wc normal, mas com um reservatório de água com menos litros do que aquilo a que estamos habituados em casa.
  9. Faz um calor desgraçado lá dentro, de manhã, em climas já de si quentes.
  10. Faria tudo de novo.

Já agora, fica uma dica caso decidas alugar uma autocaravana: para além deste meio de transporte que é também o teu alojamento, vais precisar de outro meio de transporte para andar pelo meio das cidades, vilas e/ou praias, já que a autocaravana não é um veículo muito flexível ou prático para andar por espaços pequenos. No nosso caso, comprámos uma motinha (tipo scooter) para esse tipo de deslocações e foi a melhor coisa que poderíamos ter feito! Após as férias, vendemo-la novamente.

Ah, e certos locais (ahem, Nerja…) não permitem estacionamento de autocaravanas. Há que ter atenção aos sinais para se evitar multas capazes de estragar as férias. Felizmente, não tivemos esse azar!

A melhor paragem da viagem

A melhor parte de viajar desta forma é, sem dúvida, poder ficar a dormir em sítios onde normalmente não poderia ficar. Na paragem da Playa de las Alberquillas (depois de Nerja), ficámos literalmente num penhasco por cima do mar e estacionámos de forma a termos a janela do “quarto” virada para o infinito do oceano.

Imagina adormecer a ouvir as ondas e acordar com uma vista de azul sem-fim… Foi lindo, romântico, poético, inesquecível… todos os adjetivos bons deste mundo.

2 recursos úteis para planearem uma viagem de autocaravana

Yescapa → o site através do qual alugámos a nossa autocaravana.

CaraMaps → a app que usámos para saber onde podíamos pernoitar com a autocaravana e parar para descarregar as águas e voltar a encher. Mais que útil, imprescindível para este tipo de viagem correr o mais suavemente possível.

Devo confessar que escrever este post me trouxe não só nostalgia pela recordação desta viagem incrível, mas também pelo tipo de post que é. Nos tempos áureos dos blogs, costumava escrever em detalhe sobre as minhas viagens. Agora, com a massificação das redes sociais, sinto que este tipo de conteúdo se perdeu um bocado pela blogosfera, pelo que me senti bem a escrever e a publicar aqui esta partilha.

No final, é sempre ao meu blog que recorro para me lembrar de fotos ou descrições das minhas viagens, nunca ao Instagram. 🙂

Espero que tenham gostado desta minha partilha. Tenho muito mais para contar sobre esta viagem, mas por agora mantenho o foco na aventura que foi viajar de autocaravana!

One Comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.