mejores doctores en América Dapoxetina elección de plan de seguro médico
1 In Irlanda/ travel

An Irish road trip around the Ring of Kerry

Amanhã é o meu aniversário, o que significa que estou a escassas horas de conhecer o destino da minha próxima viagem, que vai ser a prenda do meu namorado. Ele anda em pulgas há semanas a tentar não se descoser e manter a surpresa e hoje, à meia noite, vai finalmente poder fazê-lo!
Então, como ando nesta expectativa de saber o destino da próxima viagem, tenho naturalmente pensado muito na viagem anterior, a última que fizemos, à Irlanda, e lembrei-me que ainda não vos mostrei muita coisa.
Vou então mostrar-vos alguns dos lugares por onde passámos na road trip que fizemos durante um dia pelo Ring of Kerry.

Mas primeiro, o que é e onde fica o Ring of Kerry?

O Ring of Kerry é um circuito de 179 km pela península de Iveragh (pronunciado eev-raa), onde se passa pelas praias límpidas ao largo do Atlântico (particularmente entre Waterville e Caherdaniel), ruínas medievais, montanhas e loughs (lagos), com vistas e cenários sempre diferentes num espaço geográfico tão pequeno, o que faz deste um passeio imperdível para quem se encontra no Condado de Kerry, na Irlanda.

A nossa road trip começou e acabou em Killarney, aliás, como é suposto. Alugámos lá o nosso carro e partimos à aventura num dia cinzento e chuvoso (típico) de Novembro.

Torc Waterfall

Assim que saímos de Killarney, rumámos à cascata de Torc, cujo nome me lembra decididamente um lugar qualquer da Terra Média de Tolkien. O cenário não lhe fica atrás.
Ainda que a estrela desta paragem seja a cascata propriamente dita, o caminho até à mesma é lindíssimo e faz-se pelo meio de uma floresta idílica, pejada de verde e de espécies de árvores que nem temos em Portugal e que tanto gosto de observar nos países mais a norte da Europa.

Gap of Dunloe

Queríamos muito ir ao Gap of Dunloe, mas devido às condições metereológicas fomos derrotados a caminho da montanha mais alta da Irlanda, sendo que era por onde teríamos que passar para ir ao Gap of Dunloe. Pelas fotos parece ser um dos sítios mais bonitos do Ring of Kerry, mas infelizmente não conseguimos lá ir.
Ficam as fotos do nosso caminho a tentar chegar à montanha neste post onde explico como fomos derrotados pelo mau tempo irlandês.

(fotos do Gap of Dunloe que só conheço pelo Google… triste, eu sei).

Next stop!

Muckross House & Gardens e Muckross Abbey

Da Muckross Abbey já vos falei neste post do Off Sight, mas prometo que falarei melhor num outro post, assim como da Muckross House & Gardens porque vale mesmo a pena. Estes dois sítios são lindos, absolutamente mágicos e foram dos meus favoritos durante esta road trip.

Outras paragens: lagos & random places

Quando viajamos, gostamos de seguir alguns guias das regiões para que possamos tirar o melhor partido da nossa experiência e ver quase tudo o que há para ver com o tempo de que dispomos. Porém, por vezes, desviamo-nos um pouquinho do caminho traçado pelos guias e seleccionamos as nossas paragens de forma intuitiva. Eu, por exemplo, pedi para pararmos neste lado, onde apesar da ondulação conseguia perfeitamente aproximar-me da água sem me molhar. Isto porque eu queria mesmo encher uma garrafinha com água de um lago irlandês para fazer companhia ao da água do Loch Ness que recolhi na minha viagem à Escócia.

lago Irlandês, Novembro 2016

lochness-water

Loch Ness (Escócia), Maio 2015

Parece que esta mania de recolher água em sítios que visito veio para ficar! Podem achar estranho, mas para mim faz todo o sentido, até porque a água é o meu elemento.

Durante o caminho avisei uma cottage tradicional chamada Molly Gallivan’s que nada tinha a ver com o que íamos visitar, mas mesmo assim decidi pedir para pararmos para a fotografar. Na verdade, não foi só a cottage que me chamou a atenção, mas a parte da estrada em si e o cenário à volta, que nesta fase da viagem começou a revelar mais sinais de presença druídica e celta e a convidar visitas a monumentos fúnebres celtas.

Nas fotos abaixo vão perceber que me molhei toda a tentar fotografar, porque vê-se claramente a chuva torrencial.

Ladie’s View

A Ladie’s View é outra das paisagens mais cobiçadas do Condado de Kerry e do próprio Ring of Kerry. Por causa do intenso e cerrado nevoeiro deste dia quase nem a víamos, tal como aconteceu com muitas outras paisagens, mas ainda conseguimos vislumbrar a sua beleza e registá-la, embora seja bem mais impressionante ao vivo. Este local foi baptizado de “Ladie’s View” após ter recebido vários elogios das damas de companhia da rainha Victoria na sua visita à Irlanda em 1861.

Waterville

Oh Waterville… para sempre recordado por nós por ser o sítio onde bebemos o pior café de sempre. Em todos os guias tinha visto referências a Charlie Chaplin sempre que se falava em Waterville, mas só lá descobri que não, não foi onde ele nasceu, mas foi um dos seus sítios preferidos para passar férias com a sua família. Em sua memória existe, num jardim frente à praia, uma estátua em bronze representando a conhecida figura de Charlot.

                        

Quando os planos não correm como esperamos

O que vêem neste post é uma versão muito resumida deste dia de road trip pelo Ring of Kerry. Pelo caminho houve mais paragens, mais sítios incríveis que vimos, mas não registámos e outros por onde passámos sem parar, mas que nem por isso deixaram de nos marcar. Não foi um dia perfeito devido ao mau tempo, como já mencionei mais acima. Por outro lado, o “mau tempo” fez com que apreciasse ainda mais esta viagem, porque a chuva, o nevoeiro e a cor cinzenta destes dias conferem uma aura ainda mais dramática aos monumentos druídas, às estradas, às montanhas, lagos e tudo o que se atravessa no nosso caminho.
Devido também ao tempo, ficámos com medo a subir uma encosta super inclinada sujo fim não se via por causa do nevoeiro a caminha da ilha de Valentia, onde nem conseguimos ir porque já estava a ficar escuro e tarde para apanhar o ferry.

Mas apesar disto tudo este acabou por ser um dos dias mais especiais da minha vida. Porque estava com ele e porque estávamos na Irlanda, um dos meus destinos de sonho e que, tal como a Escócia, povoava o meu imaginário desde a infância.

You Might Also Like

1 Comment

  • Reply
    rita
    28/06/2017 at 2:31 PM

    Tambem fui ao Porto 3 dias com um mau tempo terrível, as fotografias não ficaram ideais, mas foi sem dúvida bom ver uma outra perspectiva da cidade sem sol. Nestas fotografias ve-se o mesmo – a Irlanda tem aquele ar místico que um dia de sol mostra as cores verdejantes e um dia de chuva mostra uma parte mais dramática. Foto lindíssimas como sempre 😀

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge