blogging,  Blogging Tools

Blogging Tools #8: How to beat blogger’s block?

Com certeza que não terei sido a única a, em algum ponto deste meu grande hobby do blogging, sentir uma fadiga e uma exaustão de ideias da qual não sabia como sair. Falta de inspiração, de motivação, chamem-lhe o que quiserem, mas o nome comum é “writer’s block” ou, neste caso “blogger’s block”. Já vos aconteceu?

Aos poucos estou a regressar ao meu “eu” habitual que tem sempre a cabeça a fervilhar de ideias e de 1000 projectos para os quais nunca vai ter tempo. Não sei bem como aconteceu, mas sei de algumas ideias que vos podem ajudar se se encontrarem alguma vez na mesma situação.

 1. Parem de escrever para os vossos leitores

Vocês lêem sempre os comentários dos vossos leitores com o maior cuidado. Querem genuinamente saber as suas opiniões e aquilo que gostariam de ver nos vossos blogs. Mas… e se não vos motivar escrever sobre algo que vos foi pedido? O blog é vosso e, a menos que ganhem dinheiro com ele, vocês é que estão encarregues de todo o conteúdo. Escrevam sobre os que vos dá prazer, não por “encomenda”. E não se preocupem tanto se as pessoas querem ler o que vocês escreverem. Vão ver que ao escrever com a alma, acabarão por gostar ainda mais!

 2. Escrevam a uma hora e num local diferente

Variar e sair da rotina pode ser o que vos está a fazer falta. Se costumam guardar a escrita para a noite, experimentem acordar mais cedo um dia e, com a mente fresca e acabada de despertar, escrever ao acaso o que vos vai na alma. Mesmo que seja um disparate.
Sair da secretária também uma boa dica! Que tal saírem de casa, irem à praia com um bloco e uma caneta em vez de um livro? Ou mesmo a uma esplanada do café mais giro que conseguirem encontrar? Até podem levar o portátil e tudo.

 3. Visitem uma livraria ou biblioteca

 Porque não? Nos livros está uma dosagem de conhecimento inacreditável. Não se dirijam automaticamente aos livros das áreas que vos são familiares. Tomem o vosso tempo para apreciar os livros, a sua textura, os seus temas variadíssimos. Vejam os índices dos livros, mas não se percam nos conteúdos. Se tiver sítio para tomar café e relaxar, melhor, mas não saiam de lá sem pelo menos 10 temas para posts futuros no vosso blog!

 4. Revejam álbuns de fotografias

Vossos, da vossa infância ou da juventude dos vossos pais ou outros familiares. Confiem em mim. Vão ver a quantidade de ideias e vontade de escrever a disparar loucamente. Olhem para as vossas fotos em diferentes fases da vida. Lembrem-se de quem são, pensam nas lições que aprenderam, o que vos inspirava e inspira agora. Que sonhos ainda querem concretizar? Que sonhos tinham aos 11 anos e o que mudou?
As memórias são aquilo que mais e melhor despertam as nossas emoções. Não concordam? Às vezes só precisamos de um abanão emocional para sairmos da rotina e reencontrarmos a nossa inspiração.

 5. Releiam os vossos melhores posts

Por melhores quero dizer aqueles dos quais vocês mais se orgulham, não têm que ser obrigatoriamente os que tiveram mais comentários e mais visitas.
Releiam os vossos, vá lá, 5 melhores textos de uma ponta à outra. Ficam impressionados com o que escreveram? Pois bem, o vosso talento não foi a lado nenhum. Continua aí, por isso não se preocupem que mais tarde ou mais cedo ele vai dar sinais de vida. 😉

 6. Reconheçam que não faz mal serem diferentes

 Na blogosfera é muito fácil seguirem-se tendências e esquecer-se a originalidade. Por outro lado, quem tem ideias e estilos diferentes sofre com isso quando tentar corrigir-se para se enquadrar com os outros bloggers e respectivos estilos. Rejeitem completamente este comportamento. Não sintam pressão para serem como os outros e escreverem sobre os mesmos tópicos. Pode parecer que não às vezes, mas é tão refrescante ver algo diferente por aqui! 🙂

 7. Comecem pelo meio / Start in the middle

Quando as tuas ideias voltarem a dar o ar de sua graça, não te deixes logo desmotivar pela pressão de escrever uma introdução xpto. Sim, a introdução é muito importante, mas se te perderes por lá e desistires de escrever o post também não vai servir de nada.
Começa pelo conteúdo. Depois, mais tarde quando tudo já estiver escrito, regressa à introdução. Até é muito mais fácil assim! 🙂

Se tudo falhar…

British Museum

Relaxem. O vosso blog não deve ser visto como uma obrigatoriedade ou como uma tarefa, mas sim como algo que vos dá prazer.
Deixem-no descansar um bocadinho. Não façam nenhum anúncio público no blog, não vale a pena. Dessa forma estão a dar a vós mesmos uma desculpa para parar.
Saiam de casa, esqueçam o blog um bocadinho e surpreendam-se. Vão um dia sozinhos ao cinema, vão a um museu num dia e horários diferentes, experimentem restaurantes novos, actividades novas, liguem a um amigo de longa data com o qual já não falam há imenso tempo. A chave é divertirem-se e arranjarem novas experiências de vida e novas emoções sobre os quais vão, de certeza, querer escrever. 🙂

Então, já vos aconteceu terem um momento de “blogger’s block”? Como acabaram com ele? Contem-me tudo!

6 Comments

  • Adriana Gonçalves

    Oh querida mas que dicas incríveis, adorei. Já tinha lido alguns artigos sobre coisas idênticas, mas nunca é demais informação e conhecimento. Ando sempre atrás de ideias e inspirações (visto que, formei-me em marketing e publicidade e o lado criativo é algo que está sempre a funcionar). Sei que tenho andado desaparecida, mas, tenho muitos projectos em andamento no momento e o mundo online tem ficado um pouco para trás. Mas, aos poucos e com tempo volto mais assiduamente, não deixes de fazer o trabalho lindo que estás a fazer! E muita sorte!!!
    Um beijo grande,
    Blonde and Heels

    • joan of july

      Obrigada, Adriana! Somos da mesma área então! 😀
      Muito obrigada pelas tuas palavras sempre tão simpáticas relativamente ao meu trabalho, querida! A vontade de continuar é imensa, acredita! Eu vi que tens estado a voltar devagarinho ao blog e fazes muito bem. Gosto muito do Blonde and Heels! *

  • Catarina

    Adorei este post (como adorei o do desmaquilhante): útil, prático e que vai dar um jeitão! Acho que o ‘blogger’s block’ aparece essencialmente quando andamos a sentir-nos overwhelmed com outras coisas, como o trabalho, ou algum problema pessoal, ou com muita coisa a acontecer ao mesmo tempo. E quem sofre é o nosso cantinho que adoramos, mas que sentimos que não pode sofrer todas as etapas daquilo porque nós estamos a passar. E deixamos de lado, descansamos… mas depois voltamos em força, ainda melhores, mais felizes e motivados que nunca, e cheios de conteúdos fantásticos 🙂 e estas dicas são óptimas para que a espera não seja demasiado longa para os nossos leitores 🙂 *

    • joan of july

      Yay! Obrigada, Catarina! Concordo perfeitamente contigo e com a explicação da origem do problema do Blogger’s block.
      Acho que foi isso que me aconteceu e agora já voltei a estar cheia de ideias e vontade de as partilhar aqui.*

  • Marta Chan

    Ainda nao me deu um blog block, nao tenho e aqueke tempo que desejaria para escrever no blog quando viajo, o que e uma pena pois as vezes surjem ideias explendidas mas prefiro sempre viver as experiencias do que estar colada as redes sociais e blog,

    gostei mto deste post, penso que nao sejam apenas dicas para blog blocks mas tambem uma boa dise de motivacao para o dia a dia, estimularmos a nossa mente com tarefas variadas e diferentes do q estamos habituados!

    • joan of july

      Eu duvido que alguma vez te dê, Marta, a viajar como tu viajas, como é possível ficar sem ideias e coisas maravilhosas para partilhar? 😀
      Obrigada, querida!*

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *