E se o Páginas Salteadas fosse um livro de receitas?

Posted on

Calma, não, o Páginas Salteadas ainda não saltou destas páginas virtuais para as de papel. Se esse dia chegar, prometo que a notícia será mais óbvia. Mas o que vos mostro hoje é digno de ser partilhado porque não só é fruto do magnífico trabalho da Joana Rito para o curso de Design Gráfico, como me faz pensar que a blogosfera ainda é palco de boas ideias, cooperação e criatividade.

Há uns tempos a Joana pediu-nos autorização (a mim, à Joana, à Vânia e à Andreia) para usar os nossos conteúdos do projecto Páginas Salteadas neste trabalho para a cadeira de Design Gráfico, e nós, claro, demos-lhe logo autorização!

Quando a Joana nos enviou o resultado final, bem… digamos que nos sentimos, no mínimo, orgulhosas. Não só o nosso projecto foi escolhido pela Joana para executar o trabalho sobre o mesmo, como nos fez sonhar acordadas com uma realidade em que o Páginas Salteadas pudesse mesmo ser um livro. Já imaginaram?

Para quem caiu neste post de paraquedas, vou explicar muito rápido o que é o Páginas Salteadas. Basicamente, é um projecto de cadência mensal em que eu e as minhas três parceiras (Joana Clara, Vânia Duarte e Andreia Moita) publicamos uma receita nossa baseada num livro que lemos. Todos os meses há um livro diferente. Portanto, é um projecto que junta duas paixões que todas partilhamos: a gastronomia e a literatura.

Mas antes que comece a divagar, vou mostrar-vos algumas páginas do trabalho em que a Joana Rito transformou o Páginas Salteadas num livro de receitas.

Como podem imaginar, sinto muito amor por este projecto e é das coisas que mais gosto de fazer para o blog. É um exercício perfeito da nossa criatividade, pois obriga-nos a criar ou recriar uma receita com alguma ligação à história/livro que lemos. Para além disso, aprofundamos os nossos dotes culinários e a nossa cultura literária! É tudo de bom.

Ao ver as nossas receitas e conceito nas páginas de um livro, ainda que fictício, deu-me – confesso – um “clique”, aquele que me diz que seria uma ideia vencedora e um livro em que eu gostaria que visse a luz do dia eventualmente.

Obrigada, Joana Rito, por teres escolhido o Páginas Salteadas para este trabalho e obrigada por me deixares partilhá-lo!

Gostaram do resultado do trabalho da Joana? Achavam giro que o Páginas Salteadas fosse mesmo um livro? Já agora, sigam a Joana no blog e no Instagram! E sendo a artista que é, a Joana ainda faz ilustrações lindas em café –> vejam aqui!

Já agora, acompanhem o Páginas Salteadas que a primeira receita de Março sai já no dia 4! Alguém adivinha que livro será?

1 Comments

  1. Sónia Rodrigues Pinto says:

    Acompanho o trabalho da Joana no Instagram e acho que ela tem uma criatividade incrível. As ilustrações dela a café são deliciosas, sem dúvida. Para além disso, o vosso projecto das “Páginas Salteadas” é das melhores coisas aqui da blogosfera. Eu raramente comento, mas gosto sempre de ver que receitas vocês acabam por trazer porque são todas únicas e acompanhadas por esse meu grande amor que é a literatura 🙂

    Parabéns a todas e em especial à Joana pelo trabalho dela para Design Gráfico. E se o “Páginas Salteadas” alguma vez virar livro, não só compro como tenho a certeza que vai ser um grande sucesso. Beijinhos!

Leave a comment

Your email address will not be published.

CommentLuv badge