Sem categoria

Para mim o ano ainda nem começou

Para a maioria das pessoas a passagem de ano significa festa, álcool, amigos, fogo de artifício, noitadas, etc. Para mim, pelo menos este ano, significou dores, febre e medicamentos. E depois desta looonga semana em que estive de molho ainda não estou a 100%, mas pelo menos já saio de casa e já consigo vir ao pc e escrever qualquer coisinha. 
A verdade é que tem sido doloroso; não só por estar doente, mas também porque, com o novo ano- e tal como me acontece todos os anos- veio ao de cima a minha faceta mais introspetiva e dei por mim a sentir falta de muita coisa, muitas pessoas e a lamentar que certas coisas nunca mais se repitam. É como se uma das melhores fases da minha vida tivesse terminado e tudo está a acontecer depressa demais.
Lá porque nos esforçamos por fazer com que o tempo passe mais lentamente, não quer dizer que não passe, não é verdade? 
Time waits for no man.

5 Comments

  • Carmo

    Um bom 2013 para ti. Parece incrível, mas realmente já lá vão 10 anos desde que tiveste o privilégio de ser minha aluna 🙂 É bom que a vida não se repita, de outro modo era como aquele filme “Groundhog Day”, em que o protagonista acorda sempre no mesmo dia. Há que viver e ver novos rostos e novos contextos. Como diz Caeiro, acordar todos os dias para a eterna novidade do mundo. Sim, vamos sempre ter saudades dos dias de menos rugas e de menos celulite, de alguns amigos que foram ficando pelo caminho,… Esses tempos, essas “fases” dão-nos histórias para contar, mas os melhores dias da nossa vida são todos aqueles que ainda não vivemos. Beijo grande para ti

  • Poppy

    Esses momentos de introspecção fazem parte de nós, foca-te nas coisas positivas, eu sei que neste ponto é como se diz “diz o roto ao nú”, mas é algo que ando a procurar fazer 🙂 Introspecção para lembrar as coisas boas e o que se tem, deixar seguir o que foi perdido.

    Beijinho e bom ano 🙂 espero que por esta altura já estejas recuperada*

  • Catarina

    Obrigada a todas! Sim, a neura não dura para sempre, portanto sim, já estou quase de volta à minha personalidade habitual, bem mais positiva e bem disposta. 🙂

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *