Um ano de “Licenciei-me… e agora?”

Posted on

ilustração: Palavra-Padrão

Este mês de Janeiro parece-me de tal forma estar a passar a correr que só me apercebi que fez um ano que comecei a escrever o “Licenciei-me… e agora?” alguns dias depois. Quem diria, não é? Lembro-me perfeitamente desse dia em que fui dar uma volta à Quinta das Conchas num domingo. Quando voltei a casa soube imediatamente que aquele seria o dia em que iria começar a escrever o livro que andava a fervilhar na minha cabeça há meses.

Para assinalar esse dia tirei esta foto, que publiquei no Instagram:

22 de Janeiro foi então o dia em que escrevi as primeiras linhas do livro que viria a publicar e apresentar em Julho de 2017. É por isso que adoro o Instagram! 🙂

Às vezes abstenho-me de celebrar estas pequenas coisas, mas desta vez teve mesmo que ser, ao não tivesse o Licenciei-me… e agora? sido uma parte tão grande do meu 2017.
Lembro-me de ter sido fácil organizar as ideias e pensar na estrutura do livro. Foi como se já estivesse destinado a acontecer, como se fosse o destino, como se costuma dizer. Estava tudo cá dentro e ao longo destes quase dez anos de pós-licenciatura, aprendi tantas coisas e cometi tantos erros, que só fazia sentido deitá-los cá para fora e, já agora, partilhá-los se isso pudesse ajudar e facilitar um pouco o processo de procura de emprego de quem se encontra na fase de início de carreira.

Apresentei o livro duas vezes, uma em Lisboa, na minha “casa”, a Faculdade de Letras, e outra no Porto, na Fnac do Norteshopping.

Ambas as experiências foram incríveis e de uma enorme aprendizagem para este lado. Senti-me tão amparada, tão apoiada que facilmente fiquei sem palavras. E o apoio continua online. Não vos vou mostrar as mensagens privadas que me enviam, porque se são privadas assim continuarão, mas vou partilhar algumas fotos e comentários que recebi aqui em baixo e que me enchem o coração ainda agora.

E também tive reviews no Goodreads, a minha rede social de leitores e escritores favorita! Pode parecer meio tolinho, mas sempre quis ter lá um livro meu registado. 😛
Podem ler as reviews completas (e outras reviews) aqui.

E houve ainda quem escrevesse sobre o Licenciei-me… e agora? nos seus blogs e que passo a enumerar aqui (posso ter-me esquecido de algum e peço desculpa! Se me indicarem o post vou sempre a tempo de o colocar na lista):

Licenciei-me e agora? É tempo de agir – Meek Sheep

“Licenciei-me… e agora?” Conversa com a Catarina – Andreia Moita

“Licenciei-me… e agora?, O livro da Catarina Alves de Sousa – I’ts Ok

Licenciei-me… e agora? – A Sofia World

Livros | Licenciei-me… e agora? – Bobby Pins

Literatura // Licenciei-me e agora? – My Own Anatomy

Livros | Licenciei-me… e agora? – Thirteen

BOOK review \\ “Licenciei-me… E agora?”, Catarina Alves de Sousa – Lyne

Licenciei-me e agora? – O Dia da Liberdade

Sermos uns para os outros num mundo cão – Helena Magalhães

[…] este livro apareceu no momento certo. Este pequeno ser é como se tivesse sido feito à medida da minha mão, de tão bem que encaixa, como se me pertencesse! Uma leitura mesmo muito enriquecedora, como podem ver!

Carolayne Ramos, estudante de Arquitectura

Um livro útil, com boas dicas e sugestões que tornam a procura de emprego um momento menos assustador. É o tipo de livro que nos obriga a sublinhar coisas e que nos dá vontade de meter “mãos à obra”.

Sofia Costa Lima, licenciada em Jornalismo

É tão gratificante poder olhar para trás e lembrar-me do dia em que tudo começou. Aliás, lembro-me de todos os dias associados ao meu primeiro livro. O dia em que me veio a inspiração, o dia em que o comecei a escrever, o dia em que fui pela primeira vez à editora, etc.
E tudo isto que vêem neste post é muito importante para mim; todo o apoio, mensagens, opiniões, reviews, classificações… tudo. Mas deixem-me que vos conte um segredo: acima de tudo, escrever um livro deve ter como motivação a nossa própria concretização.
Não caiam no erro de “escrever um livro para ajudar os outros”, porque se a vossa motivação principal for externa, a vossa escrita não vai sair facilmente e, se calhar, não vai ser tão boa como poderia ser. O processo de escrever um livro é solitário e mesmo assim: algo egoísta.
Se querem escrever um livro, façam-no por vocês; não a pensar nos comentários amorosos (que o são) nem em ajudar os outros, se bem que esta é uma excelente segunda motivação. 🙂

4 Comments

  1. Andreia Moita says:

    E foi um óptimo trabalho que tu fizeste. Para quem acabou de se licenciar e para que se licenciou há uma vida! Muitas lições se tiram deste livro mesmo depois de já estar no mercado de trabalho. Eu tirei uma difícil mas muito importante: Estamos sempre a tempo de mudar, as coisas não têm que ser para sempre.
    Beijinhos

  2. Sofia Costa Lima says:

    Aaawwww, um ano! Espero que todos os anos celebres esse dia, não só pelo livro em si mas também porque foi o dia em que decidiste criar algo sem ficares presa a receios e dúvidas! ?

    E concordo MUITO com os dois últimos parágrafos. A nossa motivação para escrever tem um grande impacto na forma como vamos escrever e se a motivação vier dos motivos errados é bem possível que não consigamos terminar ou então que escrevamos algo muito inferior àquilo de que somos capazes.

    A Sofia World

  3. Carolayne Ramos says:

    Woooow, 1 ano? Que máximo, Catarina! ??
    Fico imensamente feliz por saber que faço parte das pessoas que tiveram o prazer de ler aquilo que escreveste e publicaste, e fica sabendo que continuo a nutrir o mesmo carinho pelo teu livro! Sinto-me honrada por ter uma das minhas frases em destaque – e também estou muuuuito feliz por ter acontecido o mesmo com a Sofia!!! ?-. Mereces todo o apoio deste mundo!
    Mal posso esperar para ver que outros projetos terás para nós!

    LYNE, IMPERIUM

  4. Páginas Salteadas: um pequeno-almoço grab & go para trabalhadores says:

    […] ideia nem foi minha! As minhas companheiras maravilhosas de projecto tiveram a ideia de escolher o “Licenciei-me… e agora?” para ser o livro de Fevereiro e eu não pude deixar de me sentir grata, honrada e muito […]

Leave a comment

Your email address will not be published.

CommentLuv badge