personal

September is a game changer (August, please come back!)

Parece que a norma hoje é salutar Setembro e acolhê-lo de braços abertos. Um pouco por todo o lado encontro textos e textos a exaltar as qualidades deste mês e as saudades do Outono, do regresso às aulas e tudo o que está associado a este mês.

Pois eu, assumida amante de Agosto, declaro a minha profunda tristeza por o Verão estar a chegar ao fim. Para mim Agosto é o ponto alto do Verão, quando os dias são mais quentes, mais longos, mais exóticos.
É que Agosto é igualmente bom quando não se está de férias, senão pensem: sempre que se quer ir a algum lado tratar de burocracias, há um número muito mais reduzido de pessoas à nossa frente. No edifício das empresas, a história é a mesma; impera um sossego refrescante que é até propício à concentração. Não sentem o mesmo quando há pouca gente à volta?

Mas Setembro chegou e não há nada que eu possa fazer para mudar isso para além de me agarrar com muita força aos últimos dias de Verão e tentar continuar a fazer memórias duradouras.
Eu gosto de Setembro, mas sejamos sinceros: Setembro nunca será Agosto.

Quando era mais nova e andava na escola adorava este mês. A chegada do nono mês do ano significava que estava prestes a voltar a ver os meus amigos. Era uma oportunidade para fazer novas resoluções: este ano é que ia ser; ia esforçar-me a sério e tirar grandes notas. Ah, e a ida anual às compras do material escolar também ajudavam a entrar no ritmo do novo ano.

Wardrobe makeover?

#15daystoDDG : How to create the (almost) perfect wardrobe (day 1) | what to wear fashion daily hot topics featured hp main feature fashion daily pictures

Então, e agora? Já não há escola nem tenho nenhuma desculpa para ir comprar material escolar. Então, qual é a piada de Setembro, hum?
Nestes últimos dias de introspecção que Agosto me trouxe comecei a sentir uma vontade imensa de reorganizar o meu roupeiro. Apetece-me desfazer-me de várias coisas, vender outras e manter apenas aquilo que acho que ainda vou querer usar para o ano e no próximo (no mínimo).

Assim do nada senti que quero ter menos, mas melhor. Apercebi-me de que não dou muito valor a uma parte da minha roupa e, se calhar, com razão.
Então, assim como se de uma resolução de ano novo se tratasse, decidi que vou evitar as lojas de roupa “fast-food”. Vocês sabem quais são. A minha mãe sempre me disse que mais valia ter menos e melhor do que muito e de qualidade reduzida. Isto já foi há uns anos e, na altura pensei que era um disparate, que para mim não fazia sentido ter pouca roupa ou gastar muito dinheiro em poucas peças.

Acho que a explicação passa pelo crescimento e amadurecimento. Estou a ficar uma mulherzinha, é o que é.

E afinal parece que sim, que Setembro é um mês de recomeços, de renovações.

É tempo de crescer. Se calhar é por isso que não estou muito feliz com a sua chegada.

4 Comments

  • Ju

    Eu também fico super deprimida com o final do Verão 🙁 ainda pra mais este ano que mal houve Verão, uma tristeza… Quanto à roupa, eu cá sou muito consumista dessas lojas baratas 😉 *

    • joan of july

      É verdade, Ju! Tivemos um Verão fraquinho este ano. Mas estou com alguma esperança de que, por isso mesmo, o calor demore a ir embora este ano. 🙂
      Eu também sou, mas quero acabar com isso. :P*

    • joan of july

      Será que é isso? 😛 É capaz. Lá está, estou a ficar uma mulherzinha. Eheheh
      Mas ainda vou conservar umas roupinhas das outras para praia e festivais. :)*

Leave a Reply

Your email address will not be published.