Sem categoria

How to kill the sunday blues

Eu não odeio os domingos. O domingo nunca será o meu dia favorito da semana, mas o pior também nunca é. Não acordo mal disposta e tento ao máximo não desperdiçar o último dia do fim de semana.
Hoje não é bem assim. Não estou nos meus melhores dias e há várias coisas que ameaçam o meu bem-estar psicológico, mas não sou pessoa para baixar os braços e estragar o resto do dia. 
Como quer cá em Lisboa, quer no Porto, tenho a sorte de viver perto de verdadeiros oásis no meio da cidade, fui andar pelo parque da Quinta das Conchas e dos Liláses. Com a máquina fotográfica na mão e uma banda sonora à altura, logo descobri que sair de casa e andar ao sol foi o melhor que podia ter feito nesta tarde de domingo.
Não é lindo o meu parque? Não acredito que já moro na Qta. das Conchas há três anos e nunca o tinha fotografado.

 

Se andarem mesmo até ao final do parque conseguem ver o aeroporto de Lisboa. Sempre que cá venho vejo algum avião a aterrar ou a descolar. Só assim é que me lembro que moro perto do aeroporto e que se fosse a fazer corta mato pelo parque até ao aeroporto chagava lá num instante.

Edifícios abandonados sempre foram “a minha cena”.

2 Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published.