mejores doctores en América Dapoxetina elección de plan de seguro médico
5 In my photos/ photography

Through the Looking Glass: ghostly photography

No dia em que fui descobrir o edifício abandonado do Monsanto, fiz outra descoberta totalmente por acaso e precisamente à saída do edifício. E realmente é verdade que as melhores descobertas, às vezes, são mesmo estas que se fazem por mero acaso. 🙂

Se virem as fotos que publiquei aqui, verão vários vidros espalhados por todo o edifício. Até aqui, nada de novo. Mas achei particularmente interessantes uns vidros espessos que estavam na parte exterior.

Foi mesmo à saída que reparei neles e, assim do nada, decidi apanhar um dos cacos. Foi algo que me passou pela cabeça, pronto. A seguir, coloquei o caco à frente da minha lente (com filtro para não riscar a lente) e experimentei fotografar.

 

Tinha visto umas dicas deste género no curso DSLR Basics do blog A Beautiful Mess, embora com outros objectos e materiais. Portanto pensei, “porque não vidro?”.

E confesso que fiquei impressionada com o resultado! Não estava à espera de ver as fotos que tirei impulsivamente com um pedaço de vidro à frente da objectiva ganharem uma forma tão melodramática e fantasmagórica.

Adoro fotos deste género, que invoquem mistério e algum misticismo. Ver fotos assim tão enevoadas faz-me sempre sentir que estou dentro do sonho de alguém sem que essa pessoa saiba que estou a observar o seu sonho. É só um devaneio meu, mas até acho que faz algum sentido.

Não é que vá passar subitamente a fotografar consistentemente com um pedaço de vidro à frente da objectiva, mas decidi guardar alguns vidrinhos para quando este tipo de fotografia se justificar.

Nesta foto em baixo dá para perceber a forma do vidro, estão a ver? 🙂

Já alguma vez experimentaram fotografar através de algum objecto ou material? Gostaram do efeito? O que acham que devia experimentar e explorar a seguir? 😀

You Might Also Like

5 Comments

  • Reply
    Raquel
    24/05/2015 at 1:10 PM

    Deixa-me dizer-te, em primeiro lugar, que o teu blogue é um dos meus favoritos. Do design simples às publicações cheias de conteúdo, só tenho que te dar os parabéns por um espaço de tão boa qualidade.

    Adoro fotografar. Acho que herdei o gosto do meu pai, que chegou a começar um curso de fotografia por correspondência e que coleccionou durante anos revistas especializadas e inúmeras máquinas fotográficas, sobretudo analógicas. Nunca fotografei com uma analógica, tenho uma digital da SONY, mas este verão quero ver se vou comprar uns rolos e experimento de uma vez por todas! Este efeito do vidro também é algo a experimentar, obrigada pela dica 🙂

    • Reply
      joan of july
      26/05/2015 at 10:58 PM

      Oh Raquel, muito, muito obrigada pelas tuas palavras. Fico tão feliz! Às vezes acho que ninguém me lê, mas depois eis que aparece um comentário como o teu para me fazer sentir que manter o blog vale mesmo a pena. 🙂

      O meu pai também tinha imensos livros e revistas de fotografia! Recentemente até me apropriei de alguns.
      Máquinas analógicas tenho duas, ambas lomo, que até tenho usado mais, mas tenho muita coisa por revelar e que ainda não vi, por isso não sei se ficaram alguma coisa de jeito, ou não. 😛

      Fico contente que tenhas gostado da dica! 😀
      Boas fotografias. *

  • Reply
    Jessica Ascenso
    24/05/2015 at 8:51 PM

    Adorei o efeito, realmente as fotos ficam com um ar misterioso. Tenho de experimentar 😉

    • Reply
      joan of july
      26/05/2015 at 10:47 PM

      Obrigada, Jessica! Era mesmo isso que eu queria que transmitissem. Experimenta sim, és capaz de te surpreender. 😉

  • Reply
    Inês Silva
    27/05/2015 at 11:37 PM

    Ai que FIXEEEE! adorei! opá tá mesmo mesmo giro e adorava ter-me lembrado disto antes, especialmente porque o meu pai tem uma vidraria = chão cheio de vidros partidos xD vou experimentar :333

  • Leave a Reply

    CommentLuv badge