Sem categoria

Halloween 2012- retratos de uma noite assustadora

Como disse e deixei bem claro no último post, ADORO o Halloween. Sim, podem dizer que é uma tradição americanizada e não-sei-o-quê, mas a verdade é que esta é uma tradição cada vez mais distorcida nos EUA. Passo a explicar:
A palavra Halloween vem da junção de “All Hallows Eve”, que é uma noite (a de 31 de out. para 1 de nov.) em que supostamente as almas dos mortos deambulam pelo mundo dos vivos, o que faz com que faça algum sentido as máscaras assustadoras características desta época, não acham? Agora, que sentido faz algumas pessoas por lá vestirem-se de enfermeira, de asiático, de cão, de cadela, disto ou daquilo que não é minimamente alusivo ao mundo obscuro e fascinante da morte?

Mas antes de me zombificar ainda me diverti a experimentar perucas, como- curiosamente- faço todos os Halloweens desde há uns dois anos. Acho que não bato muito bem, mas que é divertido, é.

(Acho que esta é a minha favorita)

Mas continuo sem perceber, mas eu por cá faço questão de preservar esse lado do Halloween.
Não se nota?

Sim, fui nestes preparos à Zombie Walk que houve cá em Lisboa. Partimos do Largo Camões e seguimos o curso das zonas históricas e mais movimentadas da Baixa/Restauradores/Praça do Comércio. Houve gritos, sangue a pingar no chão, criando um rasto que evidenciava a nossa passagem e crianças choraram à nossa passagem. Assim se sabe que estávamos credíveis. Eheheh.
Depois, bem mais tarde, a noite levou-nos à Pensão Terror (aka. Pensão Amor), onde o canal Mov patrocinou o evento. O ambiente estava espetacular e havia atores mascarados das mais variadas criaturas (e nunca saíam da personagem). Estava assustador.
Eu e a JD aparecemos na reportagem que o MOV fez sobre a noite de Halloween da Pensão Terror. Que medo…
Mas o ambiente dessa noite foi inesquecível e no Bairro Alto então… ui. O pessoal aderiu em massa às fantasias terroríficas, para minha felicidade (não tem piada nenhuma andar na rua mascarada sozinha, arriscando-me a passar por maluca, pois não?)

Nem acredito que falta um ano inteiro para o próximo Halloween!! Bah.
Vou concentrar-me no Natal então. Que venha ele e a época de enfeitar a casa e fazer a árvore. ;_; Adoro. Tenho um feeling de que o Natal deste ano vai ser inesquecível, aliás, como todos até agora.

Leave a Reply

Your email address will not be published.