photography

Photographer crush: Charlotte Grimm

Já não faço um post “Photographer Crush” há imenso tempo, mas com o meu amor e admiração crescentes pela Charlotte Grim, não vejo outra alternativa! Não é que seja uma rubrica frequente por aqui, mas acho que poderia bem ser dado o ritmo a que tenho descoberto fotógrafos que me inspiram verdadeiramente.

Mas tenho a certeza que não estarei sozinha nesta admiração pelo trabalho desta fotógrafa. Vejam mais abaixo algumas fotografias que escolhi como exemplos representativos do seu estilo e estética e depois logo falamos. 😉Encontrei os trabalhos fotográficos da Charlotte no Flickr há relativamente pouco tempo e segui-a automaticamente. Foi amor à primeira foto, sem tirar nem pôr. Nem precisei de ir ver o resto da galeria para saber que estava apaixonada.

Sabem aqueles profissionais, seja em que área for, que fazem um trabalho tão bom que vos faz pensar “Caraças… quem me dera ter sido eu a pensar/lembrar-me/fazer isto…” ? Foi isso que senti. Quando sinto este sentimento exacto relativamente ao trabalho de alguém, três outros sentimentos sucedem:

  1. inveja (boa, sempre)
  2. uma grande e eterna admiração pelo artista
  3. vontade de fazer sempre melhor e de me superar

E, com isto, deixo-vos então algumas fotos do portfolio da Charlotte.

charlotte-grimm2

Só não coloquei mais imagens porque não sabia por onde escolher e porque todas as fotos dela me dão vontade de pôr aqui!

Bem, agora relativamente à própria fotógrafa, não encontrei muito sobre ela para além do que ela própria escrever sobre si nos perfis dos seus sites e redes sociais.

A Charlotte Grimm é uma rapariga de 22 anos oriunda do Norte da Alemanha e actualmente a viver em Leipzig. A fotografia surgiu na sua vida – curiosamente – pelo intermédio de outras artes, nomeadamente a pintura e o desenho, mas desde que a descobriu, ficou instantaneamente aprisionada pela magia de eternizar momentos.
Para ela, a fotografia não se resume ao acto de captar imagens, mas estende-se também à essência dos momentos e ao mais leve vislumbre da personalidade da pessoa que está a fotografar e que pode até ter conhecido minutos antes da sessão fotográfica.

Não fui eu que inventei esta descrição, está no site da Charlotte, mas eu – apesar de não a conhecer – concordo a 100%. 🙂

Podem encontrar a Charlotte e o seu trabalho maravilhoso e inspirador em:

Site “oficial”
Facebook
Instagram
Flickr

6 Comments

  • Maria

    A primeira fotografia é simplesmente fantástica. Acho que nem isso… na falta de uma palavra mais expressiva, acho que me fico por fantástica. O foco na modelo e um background mais desfocado foi uma excelente escolha. Visualmente o resultado final ficou lindo. Das restantes fotografias, todas excelentes, a terceira também está mesmo espectacular. É uma das minhas favoritas, em conjunto com a quinta e sexta fotografias. Também concordo contigo. A descrição dela própria faz mesmo jus ao trabalho dela.

  • Madalena

    Gostei muito das fotografias, transmitem um sentimento muito etéreo 🙂 No entanto são um pouco sombrias, para mim parece que deixam transparecer algum sofrimento ou tristeza. Mas posso estar completamente enganada 😛 Não deixam de ser obras de arte.

    • joan of july

      Etérea é a palavra certa. 😀
      Sim, são sombrias e às vezes até parecem um bocadinho tristes, concordo contigo, mas eu adoro. Tenho um fraquinho por fotografias deste género. :)**

  • Charlotte Grimm

    Ahhhhh, I only found this now – constantly smiling right now! Thank you! It means the world to me that my art evokes feelings in other people. <3 This makes me really happy right now, even though I probably only understood half of it due to google translate, haha.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *