6 on 6,  photography

Projecto 6 on 6: Setembro 2016

Para ser sincera, este foi o 6 on 6 que mais me custou fazer. Não pelo tema em si, mas porque este último mês foi bastante atribulado com a mudança de casa acima de tudo. Para além disse, não fui ao Porto em Agosto, o que foi uma pena, pois era lá, no meu quarto de infância, onde tinha os meus bonecos e outras relíquias da minha infância e que queria fotografar. Na impossibilidade de o fazer, improvisei!
Vou então mostrar-vos e guiar-vos pelas fotos deste mês cujo tema foi a infância.

infancia2

Duas crianças a aproveitar o mar num dia quente de verão.
Ah, estar de férias durante a infância… era tanto uma benção como uma maldição. Benção porque os dias pareciam durar para sempre e maldição pela mesma razão. Pelo menos quando se é criança. Hoje em dia, três meses de férias parece-me uma verdadeira benção! (e algo impossível, btw).

peluches

Como não pensar neste tema sem pensar automaticamente nas coisas que eu adorava em criança? Bonecos e bonecas e peluches são os símbolos de uma infância feliz, repleta destas criaturinhas amorosas para ajudar a realizar as brincadeiras do nosso – activo – imaginário.

a-vida-secreta-dos-peluches

E por falar nisso, esta fotografia representa algo que eu suspeitava que acontecia quando eu era pequena: sempre que saía do meu quarto a meio de uma brincadeira com os meus bonecas, eu acreditava veementemente que eles conversavam uns com os outros sobre coisas secretas que não partilhavam comigo. Coisas tolinhas de criança, mas que eu recordo com carinho, por saber que algum dia fui assim tão inocente que uma coisa dessas não me parecia, de todo, impossível de acontecer.

6-on-6-infancia2

E porque a infância é uma altura da vida de todas as criaturas e não apenas as humanas, eis uma coisa muito fofa e – ainda – bebé!

6-on-6-infancia

Ser criança é andar aos ombros do pai, pois claro. Haverá lá melhor coisa? 😀

arvore-infancia

Esta não é uma árvore qualquer; é A árvore da minha infância, aquela que eu trepava, onde me escondia (tinha mais vegetação à volta, na altura) e onde construía casinhas e deixava oferendas às “fadas”, outra coisa em que meti na cabeça que existia, tal como as conversas entre os bonecos. A foto de cima é a árvore hoje em dia; a de baixo (que já não conta para o 6 on 6), sou eu (dir.) e a minha amiga M. (esq.) dentro da dita árvore quando tínhamos uns 5 anos (?).
Adoro a foto de baixo e, apesar de não contar para as partilhas de 6 on 6, achei que a devia incluir para ajudar a contar a história da foto acima. 🙂

25454_1372811647547_5915209_n

Como vêem, ao pensar na infância e fotógrafa-la, agora com os olhos de adulto, vai dar-se a várias interpretações diferentes, que se misturam com o imaginário, com a memória e até com os símbolos que aprendemos que fazem parte deste período das nossas vidas.

E agora? Vamos ver o que representa a infância para a Marta, a Joana, a Jiji, a Cat e a Vânia? Vamos pois, que eu estou super curiosa! 😀

8 Comments

  • Vânia

    Muito giras as fotos. Acho tão gira aquela dos peluches a “bebericarem” chá! Eu também pensava isso dos meus bonecos e por isso gostava de os deixar todos arrumados nos seus lugares quando saía de casa, para ver se eles não tinham trocado de lugar quando eu voltasse. Maluquices, visto agora de longe, mas é tão giro esse imaginário que só temos quando somos crianças! 😀

  • Joana Sousa

    ADOREI a foto dos peluches a beber chá! Oh my, que ideia genial – e quem nunca pensou isso! Lembro-me de ter uma luz de presença que iluminava o meu quarto de laranja durante a noite e eu, sorrateira, abria os olhos devagarinho e olhava para as minhas bonecas para ver se elas se mexiam. Nunca as apanhei, desconfio que elas estavam muito atentas :p

    Tu tinhas um ar mesmo arisco, btw! Eheh 😀

    Jiji

  • Marta Chan

    Apesar de estares tão ocupada este mês fizeste um trabalho maravilhoso! A foto do cão bebé está muito bem pensada 😀
    A foto dos bonecos a beber está tão amorosa que apetece ir para dentro desse quarto de princesa e observar a historia dessa criança com essas fofuras. Não me lembro de pensar que os bonecos falam entre eles quando em ia embora, mas por vezes tinha a sensação que se moviam, que quando voltava não estariam no mesmo lugar, quiças fossem dar uma voltinha por aí.
    Gostei também de ver a mini Cat na sua arvore, história bonita!

  • Maria

    As fotografias estão super giras. Gosto especialmente da quinta fotografia, e a penúltima também porque adoro fotografias de Natureza.

    Acho que quando era mais nova nunca pensei muito disso, mas agora parece que as férias passam sempre muito depressa (mesmo quando temos vários meses de férias entre anos na universidade). Eu adorava peluches e ainda adoro. Se pudesse acho que tinha um armário cheio deles.

  • Catarina Coelho

    Neste mês atrasei-me um pouco nos meus comentários do 6 on 6 :p
    Também me custou imeeenso fotografar este desafio, um pouco pelos mesmos motivos que tu: já não vivo exactamente no mesmo local da minha infância. Apesar de continuar na mesma cidade, todas essas recordações estão em casa da minha mãe, dentro de imensos caixotes que não abri depois da mudança e sinceramente não tive ainda vontade de abrir :p

    Adorei a fotografia dos bonecos a tomar chá! Era algo que eu fazia muito 😀 e adorei também a foto do menino nos ombros do pai. Tão bonita!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *