photography

Photography inspiration: Boudoir

Já não fazia um post de ‘Photography inspiration’ há tanto tempo! Porém, são posts que me fazem bem, que me lembram de não parar de procurar inspiração e, sobretudo, de não parar de fotografar. Regra geral, quando faço um post deste género, mais tarde concretizo a inspiração numa sessão fotográfica.

Aqui há uns meses, mesmo no final de 2015, fiz um workshop online sobre Boudoir Photography e, se antes já gostava deste género de fotografia, agora apaixonei-me. Para quem não sabe ou não reconhece esta expressão, a fotografia Boudoir tem como cenário um quarto e é uma sessão muito íntima em que figura um modelo – normalmente – nu e/ou em roupa interior. É, portanto, um género de fotografia muito intimista que explora e capta a sensualidade do modelo como nenhum outro.

Deixo-vos com alguns exemplos e inspirações minhas para este tipo de sessão.

boudoir1 boudoir2 boudoir3 boudoir4 boudoir5

Como vêem, a fotografia Boudoir não tem que figurar o nu gratuito nem tem que ser “rasca”.

Assim que terminei o tal workshop em Boudoir Photography, comecei a pensar em fazer umas sessões deste género. Achei também que seria difícil arranjar modelos mais desinibidos, pois – por alguma razão – tenho tendência a achar que a maioria das pessoas é mais púdica do que aquilo que é na realidade, mas a verdade é que já bastantes pessoas me disseram que adorariam fazer uma sessão assim! Confesso que não estava à espera e que fiquei ainda mais motivada a fazê-lo!
Até tenho andado a ver quartos giros em Lisboa onde pudéssemos fotografar e tudo. Aviso já que tenho uma playlist fantástica para esta ocasião! (como não podia deixar de ser)

E vocês, gostam deste tipo de fotografia? Fariam algo assim? Teriam vergonha? Do que precisariam para se sentirem mais à vontade caso aceitassem fazer algo assim? Contem-me tudo, que me vai ajudar imenso! 🙂

14 Comments

    • joan of july

      Ohhh então? Coragem para quê? 😛
      Ah, mas fazes bem. E sim, quem sabe um dia? 😉 Até eu já estive mais longe! 😀

  • T

    Adoro este estilo de fotografia! 🙂 Não me importava nada de fazer uma sessão do género, mas como estou grávida não sei se ficaria bem… 😛 Beijinho

  • Mundos Mudos

    Acho que este tipo de fotografia é aquele que mais enaltece a sensualidade da mulher. Com poucos elementos para além do corpo e sem cair no brejeiro, consegue mostrar a beleza de que somos feitas!

    Não me importava de fazer algo do estilo. Deve ser um boost brutal para a nossa auto-estima 🙂

  • Maria

    Na minha modesta opinião, poderia-se trocar muito bem muitíssimas sessões fotográficas que são feitas para revistas em que os modelos aparecem simplesmente nus, por fotografias deste género. O mistério que está presente nestas últimas é muito mais sensual. E são produções que se apresentam totalmente como sendo o oposto de “rasca”.

    Eu como não gosto nada de ser fotografada – aliás fujo automaticamente de tudo o que é câmara fotográfica -, muito provavelmente não faria uma sessão destas. Mas como fotógrafa se calhar já faria algo do género, até porque fotografar seres vivos dá sempre azo a excelentes fotografias, pelos movimentos e históricas que se captam (ainda que com técnica o mesmo se possa fazer com objectos inanimados).

    • joan of july

      Eu concordo muito com o que disseste e acho que o mistério é, muitas vezes, mais sensual que o nu completo. Para além disso, estou contigo no que respeita a fotografia: adoro fotografar pessoas acima de tudo. :)*

  • Raquel

    Adorei as fotografias, a única que não me agradou muito foi a do meio na última fila. Por acaso adorava ter fotografias minhas do género. Acho que é possível fazer fotografias intimistas com classe.

    • joan of july

      É possível, sim, Raquel! Espero que faças. 😀
      Eu achei engraçada porque não expõe demasiado e mostra movimento num gesto tipicamente feminino. 🙂

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *