6 on 6,  photography

Projecto 6 on 6 – Agosto 2016

O 6 on 6 que vos trago hoje é diferente de todos os outros que fiz até agora. Na verdade, todos eles são diferentes uns dos outros, porque os desafios diferem de mês para mês, mas este é especial. Porque é que é especial, perguntam vocês? Bem, porque me levou para mais longe da minha zona de conforto do que os que o antecederam.

Quando acordamos sobre o tema – viagens -, soube logo que, embora não fosse viajar, conseguiria fotografar diferentes interpretações. Afinal, as viagens não são só físicas e não são apenas para fora. Mas já lá vamos.
O que me deixou inicialmente mais desconfortável foi o facto do desafio ser reforçado. Para o 6 on 6 de Agosto teríamos de fotografar só com o telemóvel.

Até há bem pouco tempo, evitava fotografar com o telemóvel a não ser que quisesse captar algo específico para o Instagram, mas para este desafio do 6 on 6 tentei mesmo deixar os preconceitos de lado e abraçar as dificuldades deste tipo de fotografia (não poder ter grande controlo manual sobre o que estou a fotografar, nem posteriormente editar fora do telemóvel), mas descobri várias vantagens pelo caminho.

Uma coisa que vos posso dizer é que fotografar com o telemóvel permite-nos ser mais espontâneos e captar momentos com maior facilidade, uma vez que as pessoas não se sentem inibidas devido à presença de uma máquina fotográfica “a sério”. E estas são duas grandes vantagens em relação à fotografia DSLR. Logo por aqui, este desafio foi incrivelmente educativo e revelador, pelo menos para mim. 🙂

Mas deixemos o falatório por agora e passemos às fotos!

pela-praia-final
viagens pela praia
bird-final
viagem para o mundo das sombras
champalimaud-final
viagens na minha terra: pt.1
porto
viagens na minha terra: pt.2
sao-bento
viagens de comboio
pedro-e-chico-final
viagem ao mundo desconhecido da pesca de rio

Espero que tenham gostado deste desafio! Eu adorei, aliás, até é capaz de ter sido um dos meus favoritos deste 6 on 6. E sabem que mais? Por causa do 6 on 6 comecei a fotografar muito mais com o telemóvel, tal como já escrevi aqui há umas semanas.

E onde vamos a seguir, sabem? Vamos espreitar o que as outras meninas do 6 on 6 andaram a preparar! 😀

17 Comments

  • Vânia

    Tão giras as tuas fotos! O que me fazia confusão com o tele ao início era o não conseguir fotos tão nítidas, ou tão trabalhadas, mas depois percebi que a falta de nitidez também pode ser esteticamente bonito (como é o caso da tua penúltima foto). Concordo com os teus pontos acerca de fotografar com o tele e ao início sentia também alguma resistência mas depois olha, seja o que for 🙂 Nada substitui o fotografar com a DLSR, mas dá jeito o telemóvel porque está à mão na maioria dos momentos.

    • joan of july

      É isso, Vânia: nada substitui fotografar com a DSLR, mas o telemóvel também dá para sacar resultados muito interessantes. 😉

  • Marta Chan

    Hahaha a sério que também tens “Viagens na minha terra” com estas palavrinhas? Até parece que combinámos.
    Olha moça gostei muito das tuas interpretações, a das sombras então ficou demais! Lembrei logo duma tartaruga daquelas gigantes que vi a decompor lá ao fundo da ilha deserta.
    Outra coisa brutal que fizeste: uma miscelania de fotos, tiradas em lugares diferentes. Claro que a foto da praia é a que mais gosto mas a dos comboio ficou com uma prespectiva muy buena.
    Tás de parabens, continua a usar o teu smartphone para fotos bonitas <3

    • joan of july

      É verdade, parece combinado! ahahaha great minds! 😀
      Uau, essa da tartaruga também dava uma grande foto!
      Obrigada pelas palavras, Martinha, fiquei mais motivada para usar o telemóvel agora. :D*

  • Isa

    Nada como sair da nossa zona de conforto para expandir os nossos horizontes. Gostei imenso deste desafio, mas sou suspeita, pois adoro o lado prático e espontâneo da fotografia que apenas um telemóvel consegue proporcionar. As fotos com DSLR são muito planeadas, estudadas, todos os detalhes são levados em conta e por isso mesmo, raramente conseguem captar aqueles momentos mais fugazes. Nos passeios mais curtos então, levar a DSLR atrás muitas vezes faz com que perca até a vontade de fotografar. Está a fazer dois anos que decidi investir num telemóvel com uma boa camera, e foi das melhores decisões que podia ter tomado 🙂

    • joan of july

      Concordo contigo, Isa! Este telemóvel que tenho agora tem a melhor câmara que já tive num telemóvel e mudou tudo para mim no que toca a fotografia espontânea! 😀

  • Joana Sousa

    Excelente resultado! É mesmo como dizes – deixar o preconceito de lado. Mas não consegui largá-lo totalmente ahah

    ADORO a primeira foto! E aquela com o jogo de sombras também está genial!

    Jiji

    • joan of july

      Obrigada, Joana! 😀
      Sim, eu sei, é estranho e difícil, mas estranhamente gostei! Diria até que foi libertador. 😀

  • Ana S.

    Também não costumo utilizar o telemóvel, mas é um facto que se pode ser muito mais espontâneo – e cru, como aliás a tua segunda fotografia demonstra. E o resultado que aqui tens é espectacular! Tenho de mencionar que a terceira fotografia a contar de cima, em particular, é fantástica. Adoro o contraste de luz sombra e todas as “arestas” que a fotografia tem. E fizeste uma interpretação mais abrangente do que é viajar, que na verdade permite tanta coisa – porque, tal como também escreveste, as viagens não têm de ser necessariamente físicas. Adorei! 🙂

    • joan of july

      Obrigada, Ana! Acho que compreendeste na perfeição o significado que quis dar a estas fotos e ao conceito de “viagens”. 😀

  • Maria

    Apesar de os telemóveis e tablets mais recentes não terem câmaras com uma má qualidade, especialmente se considerarmos que as suas principais funções não envolvem as suas câmaras, ainda é uma daquelas ferramentas que só uso mesmo para o Instagram. Mas à falta de melhor, por experiência própria, até que os resultados finais acabam por sair melhor do que se espera.

    As fotografias estão super giras. Gostei bastante das duas fotografias sob o título de “viagens na minha terra”.

    • joan of july

      Obrigada, Maria!
      Também comecei por usá-lo só para as fotos do Instagram, por acaso, mas este desafio obrigou-me a sair da zona de conforto e adorei. 😀

  • Catarina Cardoso Coelho

    A sério que são fotografias com o telemóvel? Não parecem nada! Estão lindas 😀 sabes que estive mesmo para colocar uma foto que tirei em S. Bento? Ahah! Mas depois optei pelo eléctrico. Gostei imenso da interpretação da “viagem ao mundo das sombras”. Nos primeiro segundo que olhei para a foto, esta chocou-me, mas surpreendeu-me imenso pela positiva! Um momento pouco feliz que nos leva numa viagem menos agradável, mas também ela uma viagem bem real. Adorei Cat! 🙂

    • joan of july

      Oh Cat, até fiquei sem graça! Ahahaha mas muito obrigada pelas tuas palavras. <3
      Ahhh pensámos no mesmo: São Bento + Viagens! 😀
      Pensei bastante antes de colocar a foto do pássaro, mas depois achei que fazia sentido e que nem tudo é lindo e cor de rosa no mundo, não é verdade? 🙂 Há viagens menos boas. Para além disso, achei-o lindo, mesmo estando morto.
      Obrigada, Cat! :D**

  • Sara Cabido

    Opa que coisa linda!!! às vezes sabe tão desprendermo-nos daquilo que conhecemos e dominamos, sair da nossa zona de conforto e, no fundo, simplificar. Felizmente que os telemóveis cada vez mais vêm com melhor equipamento fotográfico mas confesso que, nem assim, abdico da minha Nikonzinha. Contudo, abraçar um desafio destes parece-me muito interessante 😀

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *