journaling,  writing

Blume Journaling: agora sim, vamos a isso!

Ainda nem é Dezembro e eu já há semanas que comecei os balanços de 2020. Quem me acompanha por aqui há mais tempo sabe que esta é uma prática anual por estes lados, tal como o próprio journaling. 2020 não vai ser excepção, até porque tem sido (provavelmente) o ano mais rico da minha vida, tanto em sentimentos e emoções, como em acontecimentos. Que ano louco que tem sido.

Neste meu balanço quero muito falar-vos de um projecto que deixei para trás e outro que criei, abandonei e estou a recuperar. Este último é o Blume Journaling que já tinha apresentado aqui há uns valentes meses.

Porque abandonei o meu projecto logo no início?

Entretanto, a vida intensificou-se muito e só agora (literalmente só agora) é que consegui finalmente parar num só lugar e a minha vida está a estabilizar. Voltei a ter tempo para fazer coisas e cimentei aquilo de que já desconfiava: que sou mais feliz a criar. 

Sou mais feliz a criar algo por mim própria e que acrescente algo positivo à minha comunidade

Por mais que trabalhe e goste de produzir conteúdo criativo para outros marcas e pessoas, nada me faz mais feliz do que criar algo por mim própria e a título pessoal. Talvez seja o afamado egoísmo de Millennial a falar mais alto, talvez seja o meu bichinho criativo que só se satisfaz desta forma. Não importa. Importa que tenho essa capacidade de criar e de partilhar aquilo que crio com a minha comunidade. O melhor de tudo? Tentar – e conseguir – acrescentar algum valor e algo positivo ao público-alvo dos meus projectos. Espero que sim, pelo menos a intenção é essa.

Porquê arrancar agora com o Blume Journaling?

blume-journaling

Por estar a sentir muito a falta de um desafio criativo e de partilhá-lo com outros. Continuo a praticar o meu journaling, mas há algo que me faz falta, então porque não avançar com algo que, na altura foi pensado com tanto carinho e dedicação?

Quando criei este projecto, em Dezembro de 2019, estava a dias de saber que ia acabar uma relação de 15 anos e que a minha vida se iria desmoronar (pelo menos foi o que pareceu na altura). Como é óbvio, já não fui em frente com este projecto quando mais desejava. Este ano, quando finalmente decidi lançá-lo a vida voltou a fazer das suas, comiga a saltar entre casas e com uma vida mais intensa que nunca, mas também incrivelmente maravilhosa e fascinante. É, pandemia à parte, 2020 não tem sido terrível para mim.

Então, porquê agora? Porque chegou o momento certo. A minha intuição pronuncia-se com mais força desta vez. Também ajuda ter mais estabilidade e tempo! Vamos a isso!

O que vai acontecer no Blume Journaling?

blume-journaling

Ora, vamos lá à parte gira!

Primeiro, convido-te a visitar/seguir:

  1. o site do Blume Journaling – www.journaling.pt
  2. o Instagram do Blume Journaling 

Agora, passo a explicar:

No dia 30 de Novembro vou lançar um desafio de 30 dias de Journaling focado na expressão da gratidão por este ano 2020. Mesmo que, para ti, não tenha sido o melhor dos anos, tenho a certeza que, no meio de tudo aquilo que viveste, aprendeste lições valiosíssimas que vais levar contigo para anos vindouros. Para além disso, vais aperceber-te de tudo aquilo que te faz sentir gratidão e felicidade. Há que apreciar as pequenas delícias da vida e dar valor às pessoas que estão aqui para nós. Vamos abordar tudo isso no desafio dos 30 dias de journaling do Blume Journaling!

O que achas? Parece-te uma boa maneira de dizer adeus a 2020 e preparar a entrada no novo ano? Juntas-te a mim neste desafio?

Vamos criar uma pequena comunidade de journalers e amantes da escrita livre? Quem sabe que coisas maravilhosas podem sair daqui!

Como participar?

Basta que me envies um email para hello@joanofjuly.com

No dia 30 de Novembro, vais receber um PDF com os desafios diários deste 30 dias de Journaling e um link para te juntares ao grupo de participantes (apenas se quiseres!).

Até já! 🙂

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

CommentLuv badge