personal

2019: o melhor do ano em séries, música e vida em geral

Não vos vou mentir; se 2019 não tinha sido um ano nada mau, no final deu-me uma forte chapada na cara e desmoronou-me à minha frente. E antes de me falarem em “lições que ficam”, digo-vos que é tudo demasiado fresco para que tinha ficado alguma coisa mais do que o impacto da chapada que levei da vida. Não se trata apenas do acidente, mas a seu tempo talvez venha a sentir vontade de partilhar aqui o que acabou por “manchar” o meu 2019.

Mas nem tudo foi mau, sabiam? 2019 teve momentos lindíssimos e que contribuíram não só para a construções de (boas) memórias como para o meu crescimento interno. Graças a estas vivências, cresci muito – internamente – no ano passado e sinto-me profundamente mudada neste inicio de 2020.

Mas vamos ao melhor de 2020!

A nível pessoal:

  1. As férias no Algarve (sempre)
  2. A viagem a Praga
  3. A viagem a Roma
  4. O Casamento
  5. A noite no Palácio de Seteais
  6. O meu piquenique de aniversário
  7. O regresso em grande ao journaling
  8. Fiz finalmente um teste de ADN! (vale o que vale, mas queria muito fazer um)
  9. Os encontros #SheWorks que criei
  10. Os workshops que fiz e que me enriqueceram (Herbalismo Mágico e Medicinal na Casa do Fauno com a Isa Baptista e Iniciação à Aguarela na Sala d’Estar com a Maria Matos)
  11. Ajudar uma amiga maravilhosa – a Vânia Duarte – no lançamento do seu projecto do coração, Cristais da Alma.
  12. Uma grande reaproximação à minha família e a (re)descoberta de um grande núcleo de apoio também de amigos que eu tenho. Obrigada a todos, não tenho palavras.
  13. Pequenas conquistas a nível profissional que me fizeram feliz também em 2019. Trabalho não é tudo, mas quando o vemos como mais que uma fonte de subsistência e temos prazer em desempenhá-lo, estas pequenas coisas acabam por nos trazer um sorriso ao rosto no final destas apreciações do ano.
  14. A minha recuperação: o tornozelo está bem melhor, mas guardo do updates para outro post.

E agora… entretenimento!

As melhores séries de 2019 foram, para mim:

Umbrella Academy

Russian Doll

Derry Girls

Marianne

Tuca and Bertie

Das que me lembro de ter visto em 2019, estas foram – para mim – as melhores que descobri. Dos regressos de séries que já via antes e que continuei a ver em 2019 destaco Anne with and E, Peaky Blinders e The Good Place.

Voltei a mergulhar no mundo de Outlander (o melhor que eu podia ter feito) voltei a apaixonar-me perdidamente por esta série. Aguardo o regresso de Vikings!

Melhores músicas de 2019

Bem, eu não sou nenhum guru musical ou alguém que devem ver como referência nos pedidos de referência de músicas, mas também tenho direito ao meu top ‘Best of’ de 2019.

Não disse que todas as músicas eram de 2019, mas foram as 8 que escolhi para “ilustrar” o ano que passou.

Para finalizar, vou fazer este exercício que já venho a fazer há alguns anos. Gosto muito de o fazer no final de um ano para valorizar, de alguma forma, o que faço aqui no Joan of July, e animar-me quando me falta a inspiração para escrever por aqui. É isso mesmo, vou escolher aqueles que, para mim, são os melhores posts de 2019 aqui no Joan of July!

As minhas melhores receitas do Páginas Salteadas

As mais deliciosas foram, sem dúvida:

Os melhores livros que li em 2019

  • O Homem de Giz, de C. J. Tudor
  • As Flores Perdidas de Alice Hart, de Holly Ringland
  • A Educação de Eleanor, de Gail Honeyman
  • A Filha da Floresta, de Juliet Marillier

E assim termina este meu pequeno exercício de apreciação de 2019. Estas pequenas coisas ajudam-me sempre a ter uma percepção geral do ano e, ao mesmo tempo, a obter algum alento para deixá-lo para trás, onde pertence.

E vocês, também fazem ou fizeram (sim, eu sei que estou um pouco atrasada) balanços destes sobre o ano passado? Partilhem comigo nos comentários! 🙂

One Comment

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *